A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) concluiu esta semana uma auditoria, em uma indústria na categoria de usina de beneficiamento, inscrita no Serviço de Inspeção Estadual (SIE), denominada laticínio Carinho, no município de Augustinópolis. A Agência aprovou a inclusão da empresa no Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (SISBI-POA) do Tocantins. Esta é a primeira adesão ao SISBI no segmento de laticínio no Estado.

Segundo relatório da auditoria da Adapec, a empresa cumpriu todos os requisitos estruturais e sanitários exigidos pela legislação para adesão ao Sisbi. “Com os resultados da auditoria, encaminhamos ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) o relatório com parecer favorável da Adapec para que o Mapa faça a inclusão do estabelecimento ao Sisbi, e posteriormente procedam as mudanças relacionadas à rotulagem”, disse o gerente de Inspeção Animal da Adapec, Márcio Rezende.

O presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha destacou a importância da adesão da empresa ao Sisbi para a economia. “A adesão deste laticínio ao Sisbi é um passo importante para o fortalecimento da empresa e da economia da região, pois a partir da conclusão de adesão ela poderá ampliar seus negócios, comercializando seus produtos para todo o Brasil, gerando mais receitas e empregos”, afirma Alberto.

Dados

O Tocantins possui atualmente 26 estabelecimentos registrados no SIE, sendo que destes, dois já foram aprovados pela auditoria do Mapa no processo de adesão do Estado do Tocantins ao Sisbi e segundo a Adapec existem requerimentos de outras empresas com registro SIE para adesão ao Sisbi.

O Estado recebeu a aprovação de adesão Sisbi-POA, por meio da Portaria nº 69, do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), publicada, no dia 20 de junho, no Diário Oficial da União.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.