Pela primeira vez na história da política tocantinense, um candidato recebe o apoio unânime dos sindicatos. A candidatura de Paulo Mourão (PT) ao Senado Federal recebeu a adesão de mais de 20 sindicatos representantes de trabalhadores dos mais diversos segmentos, a maioria de servidores públicos, mas também da iniciativa privada. O fato inédito ocorreu durante reunião dos sindicatos na noite desta segunda-feira, dia 17.

Nas diversas falas, os sindicalistas reforçaram que Paulo Mourão é o candidato mais preparado e o que tem compromisso com o trabalhador. O ex-presidente do Sisepe (sindicato que representa os servidores do quadro geral), e candidato a deputado estadual Cleiton Pinheiro (PMN) também aderiu à candidatura de Paulo Mourão. Ele fez questão de frisar que Paulo Mourão tem sido um deputado defensor do trabalhador. “Bem antes de ser deputado estadual Paulo Mourão já nos trazia informações sobre a situação do Igeprev, foi através do deputado Paulo Mourão que nós servidores tivemos conhecimento do problema de gestão e cálculo atuarial, nós servidores temos por dever votar em você para senador, pelo compromisso que tem tido como deputado e que terá como senador, vamos levar seu nome para ser um senador defensor do trabalhador do Tocantins e do Brasil”, declarou Cleiton Pinheiro.

O presidente do Sintras (sindicato que representa os servidores da saúde), Manoel Miranda foi enfático ao declarar: “todo mundo da saúde vamos votar em Paulo Mourão”. E afirmou: “Quem votou a favor da reforma trabalhista não vamos votar, vamos votar em quem tem compromisso com a saúde”, sintetizou Miranda. O presidente do Sintet (sindicato que representa os trabalhadores da educação), Zé Roque destacou a gestão arrojada de Paulo Mourão como prefeito de Porto Nacional, quando revolucionou a educação do município, e a forma como transformou a cidade. Zé Roque destacou ainda o compromisso de Paulo Mourão com a educação como deputado estadual. “Paulo Mourão é o único parlamentar do Brasil a destinar emendas para cursos de pós-graduação para professores”, afirmou. O parlamentar destinou de R$ 1,260 milhão em emendas para cursos de especialização de professores, através da UFT.

O diretor do Sinstec (sindicato dos servidores do Tribunal de Contas), Paulo Vila Nova teceu elogios a Paulo Mourão, destacando que o conhece antes mesmo dele entrar para a política, sendo que sempre mostrou serviço, seriedade e preocupação com os destinos do Estado. “Teremos um verdadeiro representante no Senado Federal”, considerou.

O presidente do Sindare (sindicato representante dos auditores fiscais), Jorge Couto, reconheceu o compromisso de Paulo Mourão com a classe trabalhadora. “Ainda bem que temos no Tocantins um esteio como este, uma pessoa comprometida com a classe, com as questões relacionadas ao Igeprev, Paulo Mourão foi o único parlamentar que se reuniu conosco antes mesmo de estourar o problema do Igeprev, ele já estava preocupado com o futuro dos servidores, ninguém se preocupou tanto como o deputado Paulo Mourão”, declarou. “Conheci Paulo Mourão ainda como deputado federal e desde aquela época ele cumpriu seus compromissos com a nossa classe trabalhadora”, declarou Jorge Couto, citando um caso específico da categoria de auditores fiscais.

Mário Benício, integrante do Sintsep (sindicato dos servidores públicos federais) declarou que acompanha o trabalho de Paulo Mourão, que é um político que tem compromisso com o trabalhador. “Precisamos de companheiros que vistam a camisa da gente, os trabalhadores federais não irão votar nesses malandros para nos representar, votou contra nós não volta, vamos votar em Paulo Mourão pelo respeito que ele tem com o trabalhador”, afirmou.

O presidente da Fesserto, (federação dos servidores públicos) e da Força Sindical, Carlos Augusto de Oliveira foi enfático ao declarar apoio à candidatura de Paulo Mourão, reforçando seu compromisso na defesa da classe trabalhadora e preocupação com o Estado. “É um candidato com conhecimento, propostas e comprometido com os trabalhadores. “Defendemos a candidatura de Paulo Mourão pelo que ele já fez em defesa do trabalhador, nós temos que nos preocupar com nosso futuro”, destacou.

Para a presidente da Fetaet, Maria Guanamar, Paulo Mourão é o candidato a senador mais preparado e competente “para nos representar no Senado”. “Os trabalhadores precisam de um senador para defender nossos direitos, nossos adversários querem tirar nossos direitos”, frisou.

A vice-presidente da regional do Sintet de Palmas, Rose Marques reforçou essa teoria, defendendo a candidatura de Paulo Mourão ao Senado Federal. “Conhecemos a sua preocupação com a educação, temos acompanhado quantas emendas destinou para a educação, é algo que todos conseguem perceber, então não há dúvidas que vamos apoiar Paulo Mourão. Qualquer candidato que fique contra trabalhador não é digno de voto de trabalhador”, sintetizou.

O presidente do Sintest-TO (Sindicato dos técnicos de segurança do trabalho), Clóvis Herrera também fez uso da fala para declarar apoio à candidatura de Paulo Mourão e destacar a importância do sindicato na prevenção dos acidentes de trabalho. “A gente quer ver isso não só na iniciativa privada”, frisou.

A presidente do Seto (sindicato dos enfermeiros), Valéria Araújo de Queiroz declarou apoio da categoria à candidatura de Paulo Mourão por já ter atuado em defesa dos trabalhadores da área e por acreditar que no Senado Federal estará votando a favor dos enfermeiros. “Nossa luta é pelas 30 horas de jornada de trabalho semanais”, destacou.

Wender Maia, presidente do Sinacse (sindicato dos agentes de saúde) declarou apoio e já pediu o compromisso do futuro senador para defender os interesses da categoria, ressaltando que a classe foi covardemente desrespeitada com o descumprimento do reajuste escalonado, em vários municípios. Paulo Mourão empenhou seu compromisso com a categoria e lembrou que como prefeito de Porto Nacional deu exemplo para o resto do país ao reconhecer a profissão de agente de saúde ainda no ano de 2005. “Porto Nacional e Porto Alegre foram as primeiras cidades do país a reconhecer a profissão de agente de saúde, virou referência nacional”, disse ele, reforçando a importância do agente na saúde preventiva.

O Vice-presidente da Cut Tocantins, Antônio de Sá, frisou que a candidatura de Paulo Mourão tem que ser abraçada por todos os trabalhadores. “Tem que votar em que tem compromisso com o trabalhador”, alertou.

O presidente do Sinfceto (sindicato dos instrutores do trânsito), Eduardo Siqueira da Costa levou o apoio do sindicato a Paulo Mourão e denunciou. “O sindicato não consegue entrar no Detran”, disse ao falar das dificuldades que o Sinfceto enfrenta. “Vamos votar e pedir voto para eleger Paulo Mourão pelo seu compromisso com a classe trabalhadora”, declarou.

Mesmo já tendo feito adesão à candidatura de Paulo Mourão em reunião mais cedo, o presidente do Sindiciclo (sindicatos dos mototaxistas), Lidemar Sousa Parente, foi ao encontro de sindicatos reforçar seu apoio. “Em nome da nossa classe vamos pedir votos para sua candidatura a Senador, porque você é um verdadeiro representante do trabalhador, já estive em Brasília em nome da nossa classe e não fui recebido nem pelos senadores e nem pelos deputados federais”, declarou Lidemar.

Paulo Mourão fez compromisso de lutar em defesa das causas que mais afligem a população, como o restabelecimento dos direitos trabalhistas, revogação da lei que permite a terceirização dos postos de trabalho e a Pec dos gastos públicos que na opinião dele destruiu as políticas sociais do país. “Vamos recuperar o pré-sal, a Pec dos gastos públicos temos que derrubar, temos que rever a Reforma Trabalhista, a Reforma Previdenciária que é um engodo o teto de isenção proposto para o trabalhador e promover uma Reforma Tributária que proteja o trabalhador e quem gera empregos”, garantiu. “Temos que cobrar impostos sobre as transações financeiras, o que vai aliviar em 70% a carga de tributos sobre o trabalhador e sobre quem produz”, destacou. “Nós vamos fazer a mudança acontecer”, garantiu. O senadoriável também defendeu a volta das riquezas do povo brasileiro. “De forma grandiosa quero ser um senador que será respeitado pelo debate de ideias, honrarei meu mandato, é assim que defenderei com honra, amor e orgulho ao Tocantins”, garantiu.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.