A Secretaria de Estado da Segurança Pública – SSP informa que o laudo pericial em local de crime requisitado pela autoridade policial que investiga a morte do então prefeito de Miracema do Tocantins, Moisés Costa da Silva, em 30 de agosto, foi concluído no prazo legal e encaminhado à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa – DHPP de Palmas. Segundo o perito oficial, a hipótese de suicídio encontra-se descartada.

Com a confirmação da materialidade do delito, a Polícia Civil do Tocantins, que já tinha o homicídio como principal linha de investigação no seu trabalho ininterrupto de apuração desde a notícia do fato, avança agora no deslinde deste crime contra a vida de alta complexidade, a fim de que a sua autoria seja identificada com a celeridade e a efetividade necessárias para uma justa responsabilização penal.

A Secretaria informa ainda que o procedimento permanece com tramitação sigilosa e que atualizações sobre o caso serão repassadas exclusivamente pela sua Assessoria de Comunicação, para que as autoridades policiais e as equipes de investigação e de inteligência – que compõem a força-tarefa que apura os fatos – possam concentrar esforços na solução deste caso de difícil elucidação.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.