Para atender um eleitorado estimado em mais de 147 milhões de pessoas em todo o Brasil a Justiça Eleitoral dispõe de uma logística moderna e eficiente de votação por meio da urna eletrônica. Para esclarecer como o sistema funciona, os eleitores tocantinenses tiveram a oportunidade, na terça-feira, 25, de acompanhar a palestra: Segurança da Informação no Processo Eleitoral, com o Secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Giuseppe Janino, que abordou sobre logística, visão geral do processo, segurança e transparência, biometria, testes públicos de segurança, indicadores, mitos e verdades sobre o processo eleitoral brasileiro.

Giuseppe Janino ressaltou que no cenário atual as mensagens se propagam muito rápido por meio das redes sociais e muitas informações estão longe da realidade. “Quanto mais a informação é fantasiosa, fantástica, mais ela se propaga e nosso objetivo aqui é colocar a informação real, baseada em fatos  e realidades, para quando recebermos informações distorcidas tenhamos uma fonte para fazermos o confronto e tirarmos nossas próprias conclusões.  O objetivo aqui é fazer uma apresentação sobre o processo eleitoral com ênfase nos seus procedimentos de auditoria e segurança, focando também naquilo que é mito ou verdade”, explicou.

O diretor-geral do TRE-TO José Machado dos Santos avaliou a palestra como uma excelente oportunidade para discutir sobre a segurança da votação.  “Nós não temos dúvida que esse momento para discutir sobre segurança veio a calhar, pois estamos passando por um processo de eleição polarizado e, sempre que isso ocorre há espaço para dúvidas. Ao longo de mais de 20 anos de Justiça Eleitoral, posso afirmar que o quantitativo de camadas de segurança posta é mais do que suficiente para garantir uma eleição hígida, segura e tranquila. A sociedade pode ter a certeza que o voto dado será o voto registrado e contabilizado”, afirmou.

Um panorama das eleições do dia 7 de outubro no Tocantins foi apresentado pelo secretário de Tecnologia da Informação do TRE-TO Jader Gonçalves, que também avaliou oportuno o momento para o eleitor esclarecer suas dúvidas.  “Acredito que a partir desses esclarecimentos feitos aqui, a sociedade entenda que a urna eletrônica é realmente segura e que há todo um processo de segurança que a envolve. As pessoas precisam compreender que a segurança das eleições não está especificamente no equipamento, mas sim, em todo processo que envolve a urna eletrônica, trazendo a transparência e a segurança que nós precisamos para uma eleição no porte da que temos aqui no Brasil”, destacou.

O estudante do curso de Sistemas para Internet do Instituto Federal de Ciência e Tecnologia do Tocantins, Matheus Campos Guimarães. “A palestra ela foi bem esclarecedora e informativa quanto aos processos, tanto de distribuição das urnas, quanto a segurança, implementada tanto física, quanto tecnologicamente nas urnas, o que vai garantir a verificação dos dados e a entrega dos dados com total tranquilidade e confiabilidade”, disse.

A palestra foi transmitida ao vivo e pode ser conferida a qualquer momento pelo canal da Justiça Eleitoral do Youtube/justiçaeleitoralto. A apresentação de slide do palestrante está disponibilizada aqui.

Ao final da palestra o presidente do TRE-TO, desembargador Marco Villas Boas, recebeu o Secretário de Tecnologia da Informação do TSE, Giuseppe Janino, em seu gabinete, lhe desejou boas vinda e agradeceu por sua importante contribuição. (Lília Mara)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.