Um agente de saúde de Riachinho, que não teve se nome revelado, denunciou e a Polícia Civil investigou a prefeita Diva Ribeiro (PR). No relatório final, remetido nesta segunda-feira, 10, para a Justiça, e sorteado para o gabinete do desembargador Moura Filho, no TJ, o delegado Rodrigo Saud Auturiano a indicia por dois crimes: calúnia (imputou falsamente ao agente fato tido como crime) e difamação (imputou fato ofensivo à reputação do agente).

A Polícia conclui que a falação ocorreu numa reunião e em áudios no grupo do Whatsapp “Política do Baldo”, nos quais a prefeita diz que o agente engana o povo e recebe sem trabalhar.

Para a Polícia, a prefeita assumiu a autoria e a veracidade dos áudios e diz que foram respostas a quem lhe perguntava porque o agente, Marcos Oliveira, estaria falando mal dela. (Com informações de Lailton Costa, coluna Antena Ligada, Jornal do Tocantins)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.