Na quinta-feira, 6, a Câmara Municipal de Tocantinópolis promoveu uma Audiência Pública, sobre o Setembro Amarelo, mês de combate ao suicídio, atendendo requerimento do vereador Lamarck Pimentel (PODEMOS).

Setembro é o mês que o Ministério da Saúde chama toda a sociedade para refletir sobre o problema do suicídio a fim de promover ações de prevenção.

Na Audiência Pública foram exibidos vídeos sobre prevenção ao suicídio com intuito de sensibilizar sobre o tema. Na ocasião o vereador Lamarck Pimentel (PODEMOS) como presidente da sessão apresentou alguns dados publicados no Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde nestes termos: “o número de suicídios no Brasil aumentou em 12% em quatro anos. Em 2015, foram 11.736 notificações ante 10.490 registradas em 2011. Das mortes por suicídio entre 2011 e 2016, 31,3% ocorreram entre mulheres que já haviam tentado outras vezes. No grupo masculino, o porcentual é menor, mas também expressivo, 26,4%”. Perante esses dados exclamou: “Isso é muito preocupante!”

Sobre o município de Tocantinópolis, o vereador Lamarck Pimentel fez um breve levantamento de casos acontecidos e muitas tentativas de suicídio, sua fala foi para deixar bem claro a importância de unir forças entre o Poder Legislativo, o Poder Executivo, a Secretaria da Educação, Secretaria da Saúde, CRAS, igrejas e escolas para oferecer à sociedade suporte de prevenção e redução dos índices de suicídios no município.

A Audiência Pública definiu encaminhamento de mandas:

1. Cobrar do executivo a execução da emenda orçamentária que trata da capacitação de professores inserindo o tema do suicídio no contexto;

2. Alinhar as ações dos poderes legislativo, executivo e entidades da sociedade civil durante a campanha do setembro amarelo;

3. Melhorar e ampliar o sistema de notificações das tentativas de suicídio no âmbito do município de Tocantinópolis;

4. Criar uma rede de acolhimento as famílias com vítimas do suicídio bem como a partir da notificação de tentativas ampliar o sistema de atenção preventiva.

5. Apoiar iniciativas de entidades da sociedade civil (igrejas, associações) que trabalhem com a prevenção do suicídio.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.