Em dezembro, o ex-parlamentar, que é suplente na chapa do pai, Edison Lobão, reeleito senador, irá receber a Medalha do Mérito do Ministério Público, a mais alta honraria concedida pela instituição.

Em 2007, o MP investigou Lobão Filho por suposta sonegação fiscal. Ele seria sócio oculto de uma distribuidora de bebidas, a Itumar, que teria sonegado R$ 42 milhões em impostos durante oito anos.

O procurador da Itumar era Marco Antonio Pires da Costa, sócio de Lobão Filho em outra distribuidora, a Bemar. As duas empresas funcionavam no mesmo endereço e tinham como gestor o tio do ex-parlamentar, Neuton Barjona Lobão Filho. Quando se desligou da Bemar, o ex-senador passou suas cotas para a mãe de Costa, Maria Vicentina da Costa, e Maria Lúcia Martins, empregada do procurador.

A condecoração foi sugerida pela procuradora Themis Maria Pacheco de Carvalho e aprovada por 14 votos a um.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.