O caso do assassinato Isabel Barbosa Pereira, 34 anos, em Xambioá, em 28 de junho do ano passado, chegou ao fim depois de mais de um ano de investigações e cobranças dos familiares. Depois da conclusão do inquérito semana passada, a Polícia tem os acusados de serem os mandantes e alguns deles já estão atrás das grades. Ao todo foram denunciadas dez pessoas, das quais estão presas Ronaldo Spindola Silva, Antônio Batista da Silva Filho, Wagner Mendes da Silva e Ronisley Mendes da Silva.

Além destes acusados, o promotor de Justiça Kaleb Melo, ofereceu, nesta quarta-feira, 20, denuncia a mais seis pessoas suspostamente envolvidas. São elas: Anderson de Araújo Souza, Antônio Batista da Silva Filho, Clenio da Rocha Brito, Jenner Santiago Pereira, Ronaldo Spindola Silva, Ronisley Mendes da Silva, Rosely Francisco Alves Silva, Sérgio Mendes da Silva, Wilmar Martins Leite e Wagner Mendes da Silva.

Dos presos, Wagner é cunhado de Isabel, irmão do marido dela, Sérgio. Entre os que estão foragidos, o próprio marido da vítima, Sérgio Mendes da Silva; o vice-prefeito de Xambioá, Clênio Rocha; Wilmar Martins Leite, esposo da prefeita da cidade, Ione Leite; e Jenner Santiago Pereira, irmão do prefeito cassado, Richard Santiago.

Isabel foi violentamente agredida e morreu em decorrência de traumatismo craniano.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.