O Ministério Público Federal do Pará (MPF) notificou a Caixa Econômica Federal para que regularize as obras do residencial Cristo Vive, do programa habitacional do governo federal “Minha Casa Minha Vida”, em Tucuruí, no sudeste do Pará.

Segundo o MPF, as obras estão abandonadas e deterioradas, situação que colocaria em risco o patrimônio público investido no projeto e que poderia configurar descaso e omissão por parte dos responsáveis. No documento, expedido na última segunda-feira (20), o órgão recomenda que ao menos as obras já prontas sejam alvo de trabalhos de conservação. O MPF também quer que a Caixa preste informações sobre as providências adotadas para a retomada das obras de construção do residencial.

Ao receber a notificação, a Caixa Econômica terá 15 dias para dar início às ações recomendadas e para apresentar as respostas solicitadas. Caso a instituição não tome providências, não apresente resposta ao MPF ou a resposta seja considerada insuficiente, o caso pode ser levado à Justiça.

À imprensa a assessoria da Caixa, em Belém, e o banco informou que já prestou esclarecimentos ao Ministério Público Federal e adotou todas as medidas com intuito de retomar as obras do residencial no menor prazo possível, além de realizar a contratação de empreitada complementar com construtoras interessadas e iniciar a limpeza do terreno.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.