Sem títuloPor volta das 13h desta quarta-feira, 1, a Polícia Militar de Sítio Novo do Tocantins foi informada por Adonildo Alves da Silva de que um homem dirigindo um trator, havia colidido na traseira de seu automóvel Volkswagen Fox e evadido sem dar satisfações. Diante disto, os militares diligenciaram pela cidade em busca do trator, encontrando-o na rodovia que dá acesso ao município de Itaguatins.

Neste momento a Guarnição da PM solicitou que o motorista parrasse o veículo, porém o homem, identificado como José da Conceição Bezerra, não atendeu à solicitação, seguindo viagem ziguezagueando pela rodovia, jogando o trator para cima da viatura policial. Ante à resistência oferecida pelo tratorista e aos riscos a que terceiros estavam expostos, os policiais efetuaram disparos de pistola .40 nos pneus da máquina, entretanto os tiros não transfixaram os pneus e o indivíduo continuava fugindo.

Ele seguiu na estrada por cerca de 12 km até o povoado Castanheira, quando os militares cessaram as negociações que objetivavam a parada do veículo, efetuando novos disparos, só que desta vez com um fuzil calibre 7,62. Com os tiros, dois pneus foram danificados impossibilitando a continuidade da fuga, e possibilitando a detenção do autor, que apresentava sinais de embriaguez alcoólica aferidos através de um termo de constatação de embriaguez.

Por conta disto, José recebera voz de prisão e fora encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Sítio Novo, onde foi autuado em flagrante delito por embriaguez ao volante, crime previsto no Código de Trânsito Brasileiro em seu artigo 306, além do crime de resistência previsto no Código Penal Brasileiro tipificado no artigo 329. O automóvel de Adonilson ficou com a parte traseira bastante danificada e José deve arcas com as despesas de lanternagem e pintura. (Patrulha na Net)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.