Momento em que Elbis foi capturado.

Elbis Pereira Mouzinho, 25 anos foi preso em flagrante na madrugada desta sexta-feira, 19, depois de tentar fugir sem pagar a conta em um bar na cidade de Palmas, capital do Tocantins.

O caso foi registrado no Plantão da Polícia Civil. O proprietário do estabelecimento disse que o golpista estava sozinho, mas se apresentou como policial federal para puxar papo com outros clientes e conquistar a confiança de funcionários.

Em dado momento, Elbis chegou a se oferecer para pagar a conta de diversas mesas e liberou o consumo. Depois, durante a madrugada no momento de ir embora, tentou se esquivar e deixar o local sem quitar a dívida. Ele se evadiu do local, mas acabou sendo interceptado por funcionário e clientes. No momento da interceptação Elbis voltou a alegar ser policial e mostrar uma arma de fogo, que depois foi descoberto ser um simulacro.

Reincidente

Simulacro usado por Elbis

Elbis é reincidente nesse tipo de caso. Em ele foi condenado pela Justiça Federal após denúncia oferecida pelo Ministério Público Federal, por uso indevido de marca e logotipo de órgão da administração pública Federal. Elbis foi flagrado em um estabelecimento comercial por agentes da Polícia Federal (PF), fazendo uso de uma camiseta preta com o emblema e inscrição da PF. Constatou-se que Elbis trajava vestimenta com o intuito de se passar por policial federal e tirar proveito da situação. Na época por não possuir antecedentes criminais, teve a pena abrandada ao pagamento de multa e demais despesas processuais.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.