Esta é a última semana para realizar inscrições no Processo Seletivo e Vestibular 2019/1 do Instituto Federal do Tocantins (IFTO). No total, são ofertadas 2.440 vagas distribuídas entre os cursos técnicos integrados ao médio, concomitantes e subsequentes e cursos superiores. Destas, 1.866 vagas são destinadas aos cursos técnicos e 574 vagas destinadas aos cursos superiores.

As inscrições poderão ser feitas até o próximo domingo, 14 de outubro, por meio do seja.ifto.edu.br ou do portal.ifto.edu.br. A taxa de inscrição é de R$25 para os cursos de graduação, R$15 para os cursos técnicos ou, ainda, poderão ser pagas com a entrega de 2kg de alimentos não perecíveis. Vale ressaltar que as inscrições só serão confirmadas mediante o pagamento, que poderá ser efetuado até o próximo dia 16 de outubro.

Todos os cursos são gratuitos

Todos os cursos ofertados pelo IFTO são gratuitos. Caso o candidato seja aprovado, cursará gratuitamente, visto que não existe cobrança de mensalidades. O IFTO está presente em 11 unidades, de norte a sul do Tocantins.

No Campus Araguatins são ofertadas 200 vagas para o curso de Técnico em Agropecuária Integrado ao Ensino Médio, 35 vagas para o curso Técnico em Redes de Computadores Integrado ao Ensino Médio e 40 vagas para o curso Técnico Subsequente em Agropecuária. Já para os cursos superiores são destinadas 66 vagas, sendo 23 para o curso de Engenharia Agronômica, 20 para Licenciatura em Computação e 23 para o curso de Licenciatura em Ciências Biológicas.

Edital em Libras

O Instituto também lançou, pela primeira vez, o edital em Língua Brasileira de Sinais (Libras). “O IFTO tem avançado muito para inclusão dos surdos. Desde 2014, quando tivemos o primeiro concurso para intérprete, os surdos têm visto o instituto como referência. Somos a única instituição com um quadro de 12 tradutores e intérpretes, que estão espalhados pelas unidades”, afirmou Alini Alves, tradutora e intérprete de Libras, no Campus Palmas.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.