A Justiça de Canaã dos Carajás, no sudeste do Pará, decretou a prisão preventiva do delegado e de um investigador do município, a pedido do Ministério Público do Pará (MPPA). O delegado acusado já cumpre a determinação da Justiça no Centro de Recuperação Anastácio das Neves, já o investigador está foragido.

A decisão saiu no dia 12, mas foi divulgada somente nesta quinta-feira (18) pelo Tribunal de Justiça. Esta é a segunda vez que os policiais têm a prisão decretada. Eles estavam soltos após o habeas corpus que determinou o cumprimento de medidas cautelares.

Segundo o TJPA, as prisões preventivas dos policiais foram decretadas para garantir a aplicação da lei penal. Uma testemunha da ação a que os policiais já respondem como réus estava sendo coagida e informou em depoimento ao MP que recebeu dos acusados a promessa de pagamento de R$ 10 mil para que mudasse seu testemunho inicial.

Associação criminosa

Em agosto de 2017, a Comarca de Canaã dos Carajás expediu mandados de prisão preventiva contra os dois policiais por uma suposta formação de associação criminosa para comercialização de bens apreendidos, incluindo motocicletas, não registrados no sistema da Polícia Civil.

A investigação foi coordenada pelo Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do Ministério Público Estadual, e presidida pelos Promotores de Justiça de Canaã. Os envolvidos são acusados também de não lavrarem autos de prisão em flagrante mediante pagamento do preso e há, ainda, indícios associação ao crime de tráfico de drogas.

Na mesma operação, realizada em 2017, além das prisões, foram determinados afastamentos de outro investigador de polícia e foram realizadas buscas e apreensões nas residências dos investigados, incluindo a apreensão de telefones celulares. (G1)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.