O Procon Municipal começou, na tarde de segunda-feira, 29, a notificar 59 postos de combustíveis que estão em atividade em Imperatriz. Cada um dos estabelecimentos terá prazo de dez dias para apresentar justificativas sobre o preço que vem comercializando nas bombas, sob pena de autuação e multa. No primeiro dia de ação, cinco fiscais visitaram área da BR-010, sentido João Lisboa.

O coordenador do Procon Municipal, Natalino Lima Bezerra, explicou que houve redução no percentual de 9,08% no preço do combustível, nas refinarias em setembro, que deveria ter sido repassado nas bombas. Em média, o preço da gasolina praticado nas bombas em Imperatriz é de R$ 4,69.

“O percentual 9.08% começou de setembro até agora, mas até agora o consumidor, ainda, não viu nada. Nós do Procon do Município, em parceria com o Procon Estadual, estamos aplicando essas notificações nos postos”, detalhou o coordenador.

Dentre os três postos, um estava com o preço menor, mas, ainda, assim, não estava contemplando a determinação do Governo Federal de R$ 9.08%.

A notificação nos estabelecimentos ocorreu em clima de tranquilidade. Ele ressaltou que também que além dos postos outros estabelecimentos serão visitados. “Fizemos uma fiscalização nos supermercados na sexta-feira, 26, e esta semana inteira será nos postos de combustível, mas a partir da próxima estaremos em outras áreas que não podemos divulgar agora”, complementou.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.