Na oitava eleição presidencial realizada após a redemocratização do Brasil, Jair Bolsonaro (PSL) foi eleito presidente da República, quando o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) havia apurado 94,44% dos votos apurados. Naquele momento, ele tinha 55,54% dos votos válidos.

O petista Fernando Haddad tinha 44,46% quando a vitória de Bolsonaro foi confirmada.

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) praticamente encerrou a apuração da votação em segundo turno das Eleições 2018 por volta das 19h10. Faltam poucas de 5% de urnas a serem abertas.

Em todo o país, apoiadores do militar soltaram fogos quando o presidente eleito atingiu os votos necessários para ser declarado presidente da República. A maior movimentação foi em frente ao condomínio do político, na Barra da Tijuca (RJ). Também é registrado confronto entre partidários do peesselista e do petista Fernando Haddad no estado.

Um dos coordenadores da campanha do peeselista, cotado para o Ministério da Defesa, o general da reserva Augusto Heleno disse que o presidente eleito representa um “novo horizonte para o Brasil”. Ele acompanhou a apuração ao lado de Bolsonaro.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.