Uma mulher acusada de matar o próprio filho volta a ser presa pela polícia em Imperatriz. A mulher, que passou a morar no município de Campestre, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. Ela é acusada de matar o próprio filho numa pia do Hospital Infantil.

Fernanda Costa Silva, de 24 anos, foi presa em flagrante no dia 29 de setembro suspeita de afogar o filho de 43 dias de vida na pia de um banheiro no Hospital Infantil de Imperatriz. A criança sofria de hidrocefalia, um distúrbio do cérebro. Por ocasião da prisão, Fernanda confessou o crime.

Mesmo tendo confessado, Fernanda foi colocada em liberdade, quinze dias após a morte do filho. Agora a mesma juíza que assinou o alvará de soltura, decretou a prisão preventiva. Ela foi presa pela segunda vez em Campestre, onde estava residindo e vai ficar a disposição da Justiça.

Dessa vez, Fernanda não quis falar nada.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.