O governador Carlos Gaguim (PMDB) sinalizou que deve participar na segunda-feira, 8, à noite da primeira reunião da comissão de transição de governo, marcada para as 18 horas, no Palácio Araguaia. A reunião foi convocada pelo governador em ofício encaminhado ao governador eleito Siqueira Campos (PSDB). “Eu devo participar desse primeiro encontro, sim”, afirmou.

Gaguim não nomeou oficialmente sua equipe de transição nem baixou decreto nominando sua equipe como pediu o governador eleito em ofício no último dia 15. Na correspondência, o tucano indicou para integrar a comissão o ex-senador e filho dele, Eduardo Siqueira, o advogado e ex-secretário-chefe da Casa Civil Renan de Arimatéia Pereira e o ex-diretor de Controle Externo do Tribunal de Contas do Estado (TCE), Roger Luís Monteiro Tolentino.

Segundo o governador, o Comitê de Acompanhamento da Execução Orçamentária e Financeira criado por ele no ano passado irá realizar o trabalho. O comitê é formado pelos secretários do Planejamento, David Siffert Torres, da Fazenda, Marcelo Olímpio Carneiro, da Casa Civil, Antonio Lopes Braga Júnior, e pelo controlador-geral Jacques Silva de Sousa, que estarão na primeira reunião.

Não há, segundo o governador, nenhuma pauta pré-estabelecida para este primeiro encontro que servirá para oficializar os contatos entre os integrantes. “Vamos ouvir o que eles estão querendo, para irmos passando as informações que eles pedirem”, pontuou.

Ontem, Gaguim ressaltou que também oficiou o Ministério Público Estadual (MPE) e o Tribunal de Contas do Estado (TCE) para que indiquem integrantes para a equipe de transição, mas ainda não recebeu respostas. O peemedebista disse que prevê a participação de um membro do Poder Legislativo na equipe.

Tucanos

Coordenador da equipe tucana, o ex-senador Eduardo disse considerar “bastante positivo” este início de transição e confirmou a presença dele e do coordenador Executivo Renan de Arimatéia e do coordenador técnico do grupo Roger Tolentino, na reunião de segunda-feira. Ao ser informado que o governador Gaguim disse que pretende receber os integrantes no Palácio Araguaia, o tucano elogiou a postura. “Esta harmonia é importante não apenas para o governo que se iniciará, mas para a população”, avaliou, ontem por telefone.

De acordo com o tucano, a fluência de diálogo entre os integrantes vai contribuir, por exemplo, para evitar que ações administrativas sejam interrompidas e também desejou que o atual governo encerre com êxito a atual gestão no dia 31 de dezembro deste ano. Eduardo também não revelou o local onde será montado o gabinete de transição, pois quer esperar o resultado dos primeiros diálogos oficiais entre os integrantes, assim como eventuais novos integrantes de outras áreas de conhecimento. (Lailton Costa – Jornal do Tocantins)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.