Os assaltos a agências bancárias têm aumentado cada vez mais no Pará. De acordo com o Sindicato dos Bancários só neste ano já foram registradas 48 ocorrências envolvendo agências no estado, além de 19 tentativas e 29 crimes como arrombamentos e golpes.

A peculiaridade é que 72,4 % dessas ocorrências foram registradas em municípios do interior do estado. A mais recente foi na última quarta-feira no assalto ao banco Bradesco, do município de Benevides, na região metropolitana de Belém.

O gerente do banco prestou depoimento esta manhã na divisão de repressão ao crime organizado em Belém. Em depoimento, ele alega que foi abordado quando saía de casa nesta quarta-feira (12), e foi obrigado por assaltantes a sacar a quantia de R$ 200 mil. Ainda segundo o gerente, enquanto um dos assaltantes o acompanhava em um carro, outros dois criminosos seguiam em outro carro com cinco parentes da vítima, incluindo um bebê de 11 meses.

Os bandidos teriam mantido os reféns durante duas horas trafegando na BR 316, entre os municípios de Castanhal e Santa Isabel, e só libertaram as pessoas quando conseguiram o dinheiro.

“Ele alega que chegou na agência e não comunicou nada para os colegas. Como ele é um dos gerentes, se dirigiu ao cofre e abriu, pegou o dinheiro e entregou para os criminosos que o aguardavam a alguns metros da agência em uma moto”, esclarece o delegado Ivanildo Santos.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.