image_large

Com o objetivo de fiscalizar e coibir irregularidades, a Vigilância Sanitária Municipal realizou uma ação e encontrou grande quantidade de carnes, derivados de carne e queijos sem procedência, ou seja, sem a inspeção do Serviço de Inspeção Municipal (SIM) Serviço de Inspeção Estadual (SIE) ou Serviço de Inspeção Federal (SIF) em açougues da cidade.

No total, nove açougues foram inspecionados e mais de uma tonelada de carnes bovina, suína e avícola, além de 90 kg de linguiça e 40 de queijo, foram apreendidas. Os proprietários dos estabelecimentos foram autuados e as multas devem ser entregues ainda nesta semana.

De acordo com a coordenadora municipal da Vigilância Sanitária, Vanessa Cristian dos Anjos, a fiscalização acontece diariamente. “As ações acontecem sem uma sequência pré-estabelecida, justamente para que os comerciantes não fiquem de sobreaviso. Algumas vezes realizamos duas vezes ao mês durante dois dias consecutivos, ou uma vez ao mês dia de domingo, por exemplo, ou fazemos todos os fins de semana em um ponto da cidade de cada vez”, explicou a coordenadora.

A equipe de vigilância fiscaliza os estabelecimentos para emissão de licença sanitária anualmente. Após essa emissão, retorna em alguns estabelecimentos para monitorar. “O monitoramento é feito aleatoriamente, priorizando sempre os de maior risco, como açougues, padarias, cozinhas industriais e alguns restaurantes de maior comércio”, detalha Vanessa Cristian.

Além das fiscalizações, a vigilância também faz ações sistemáticas, acompanhadas de polícia, por haver a possibilidade de apreensão ou inutilização de produtos e/ou interdição dos estabelecimentos. As mercadorias recolhidas são descartadas no aterro sanitário.

Para denunciar, entre em contato com a Vigilância Sanitária, pelos telefones 3346-8533/8532, Ramal 260. (Liliane Diniz)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.