Gabriela Silva, contadora de estórias para todas as idades

O Sarau Cultural de Araguatins comemora sua edição número 30 neste sábado, 3, a partir das 19h30, na Casa da Cultura, às margens do Rio Araguaia, com música, poesia, lançamento de livro e contação de estórias.

“Chegamos a essa trigésima edição com a certeza de ter plantado uma semente musical e literária no solo fértil de Araguatins; e a colheita desses frutos já se inicia quando percebemos desperto o interesse nos jovens pela arte da leitura e da escrita”, afirmou Chico Duarte, organizador do Evento.

A artista Gabriela Silva, integrante do grupo de teatro Historiar-te de Marabá, fará uma intervenção poética com contação de estória, cantigas de roda, e o brinquedo Picolé. “A árvore generosa de Shel Silverstein, estória que vou contar, é um clássico da literatura infanto-juvenil, mas fala de amizade, bondade e generosidade, um tema que toca a todos”, falou a contadora de estórias, reforçando que seu trabalho é voltado para todas as idades: “as estórias que contamos transcende idade e tocam tanto as crianças quanto os adultos, por serem universais”.

No evento acontecerá também o lançamento do romance Amor e Razão, do escritor maranhense Valdo Rosário Sousa; e o poeta e músico Zeca Tocantins, ícone da música brasileira desenvolvida na região, fará uma participação especial.

Homenagem ao Sarau

O administrador do grupo de whatsapp Rio Araguaia, composto por araguatinenses, prestou uma homenagem ao escritor tocantinense pelas trinta edições e iniciativa de criação do Sarau. Beto Duarte compartilhou em outros grupos suas impressões sobre o evento: “é um espaço que atinge todas as idades; um momento cultural voltado para o despertar por meio da leitura do mundo e da liberdade de expressão, além de contribuir para uma educação voltada para o conhecimento regional”.

O Sarau é uma iniciativa do escritor Chico Duarte e vem atuando desde junho de 2016. Já participaram do evento artistas locais, como a Banda Três Acordes e Dito Santos; filhos de Araguatins que residem fora como o músico Edmundo Oliveira; e artistas vindos de Marabá, Imperatriz e Palmas, como Cláuber Martins, Javier de Mayabá, Bertim Di Carmelita, Zeca Tocantins, e Lucimar Pereira. (Cláudio Duarte; Fotos: divulgação)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.