O Conselheiro de Cidadãos Brasileiros no Reino Unido Wemerson A. Lima, PARABENIZA, os idealizadores do projeto escola rural no Tocantins por vencer o prêmio internacional de arquitetura, e afirma a importância do seu Estado ( considerando o seu nascimento e por ser tocantinense também), de maneira que passa a ser um Ícone de inspiração e respeito ao redor do mundo, uma conquista merecida e de valor ativo para nosso Estado que é tão jovem e agigantado em recursos naturais e de pessoas sensíveis e amáveis.

O projeto escola rural, “Aldeia das Crianças’, está em uma fazenda a 327 km de Palmas, foi projetada por Marcelo Rosenbaum e pelo grupo Aleph Zero. Complexo concorria ao Riba 2018 ao lado de prédios em Budapeste, Milão e Tóquio.
O projeto arquitetônico ‘Aldeia das Crianças’, uma escola rural localizada na fazenda Canuanã, no Tocantins, venceu o Prêmio Internacional Riba 2018, competição que ocorre a cada dois anos no Reino Unido.

O complexo projetado por Marcelo Rosenbaum e pelo grupo Aleph Zero foi anunciado vencedor na noite desta terça-feira (20). A escola rural brasileira concorria com outras 20 construções de 16 países e desbancou projetos de Budapeste, Milão e Tóquio, que estavam entre os quatro finalistas.Ao divulgar o vencedor, o Riba justificou a escolha pela escola brasileira por “exemplificar a excelência em design e a ambição arquitetônica e oferecer um impacto social significativo”.

‘Aldeia das Crianças’

No projeto, localizado na zona rural de Formoso do Araguaía, a 327 km de Palmas, foi feito um resgate cultural, com incentivo a técnicas de construção local, valorizando a beleza indígena e introduzindo noções de pertencimento, necessária para o desenvolvimento das crianças que são internas na escola.

A instituição é mantida pela fundação de um banco privado e atende cerca de 800 alunos, alguns moram no local. O objetivo era tornar o espaço um ambiente com valor de lar. Por isso, a escola foi organizada em duas vilas, uma masculina e outra feminina. Os dormitórios foram transformados em 45 unidades para seis alunos cada.
A ideia de redução de alunos por quarto, era melhorar a qualidade de vida das crianças, mantendo a individualidade.

Na escola também há espaços de convívio como sala de TV, espaço para leitura, varandas, pátios e redários. Além de abrigar maior número de crianças, o obejtivo das vilas é aumentar a autoestima das crianças.

O Riba não é o primeiro pêmio internacional conquistado pela ‘Aldeia das Crianças’. Em fevereiro, o projeto recebeu o prêmio de Arquitetura Educacional, da Building of the Year 2018.

Wemerson A. Lima
Conselheiro de Cidadãos no Reino Unido 🇬🇧 🇧🇷 .
Jornalista MTB 73156/SP
Acadêmico de Direito

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.