O Balde Cheio é um projeto de pesquisa e de transferência de tecnologia, cujos resultados demonstram a viabilidade – técnica e econômica – da pequena propriedade familiar para a produção de leite.

O projeto surgiu no Brasil ainda em 1998. O objetivo é promover o desenvolvimento sustentável da pecuária leiteira na região, via transferência de tecnologia para os extensionistas, que por sua vez, levam esse conhecimento até o agricultor familiar.

No Tocantins o projeto está em execução desde 2007. O Ruraltins – Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins, em parceria com o Sebrae, da todo o suporte técnico aos agricultores familiares, visitando-os freqüentemente e tirando todas as duvidas com relação à produção de leite.

Em Araguatins, Elizabete Santos é uma das primeiras produtoras a experimentar o Balde Cheio na região do Bico do Papagaio. Ela nos conta que trabalhava apenas com gado de corte, mas após um dia de campo realizado pelo Ruraltins, resolveu experimentar a produção de gado leiteiro. “Eu nunca tive muita vontade de trabalhar com gado de leite. Após as visitas dos técnicos do Ruraltins, o Balde Cheio me pareceu uma alternativa bem interessante, e hoje, após 3 anos de trabalho, só tenho que elogiar o projeto e os técnicos que me auxiliaram” completa.

Elizabete cria 14 vacas girolando (um cruzamento entre as raças de gado gir e holandesa) no espaço de um hectare, divididos em 24 piquetes de 432 m². Em média, essas vacas produzem 10 kg de leite numa única ordenha diária. Esse método de criação em pequenos espaços é uma característica do projeto Balde Cheio, que chega a ocupar uma área dez vezes menor que no sistema de produção convencional.

Elizabete também salientou a importância de estar sempre em contato com os técnicos do Ruraltins, além de acompanhar as novas tecnologias aplicadas a criação de gado leiteiro. Como a própria Elizabete costuma dizer: “É necessário aprender e compreender primeiro, para só depois aplicar o projeto na propriedade”.

Assim como Elizabete, outros agricultores familiares que implantaram o projeto balde Cheio em suas propriedades também estão muitos satisfeitos com o resultado. A grande maioria comercializa o leite na própria região.

Os interessados em entender um pouco mais sobre o projeto Balde Cheio podem procurar os técnicos do Ruraltins nos 100 escritórios locais de todo o estado do Tocantins

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.