Natural da cidade de São Sebastião do Tocantins, mas viveu parte da infância em Xambioá, o canoísta Rogério Rodrigues Queiroz, o Rogério Índio, depois de muita batalha, conquistou recentemente uma vaga na Seleção principal do Brasil de Canoagem.?Aos 36 anos e cheio de expectativa, Rogério Índio, disse que começou na canoagem em 1994, e um de seus primeiros trabalhos no Estado foi a realização do Passeio Ecológico do Lajeado. De lá para cá pegou gosto pelas águas e hoje defende com amor o Tocantins na canoagem brasileira.??

Convocação

Índio explica que devido ao bom desempenho no Brasileiro de Canoagem de Velocidade realizado, em São Paulo, entre os dias 25 e 28 de novembro, recebeu o convite para integrar a Seleção Brasileira, em Caxias do Sul, local onde existe o Centro de Treinamento de Alto Redimento. Segundo o canoísta, não teve tempo nem de retornar ao Tocantins, pois seguiu direto para o Sul do País.”Só fui liberado para passar as festas de final de ano e no dia 3 de janeiro retornar a Caxias do Sul”, ressaltou ele, que ficará quatro semanas fazendo treinamento intensivo visando uma vaga entre os oito melhores canoístas do Brasil que irão para Portugal aperfeiçoar o rendimento, já que o País lusitano é considerado um dos melhores do mundo na canoagem. “Vou me dedicar bastante para estar entre os oito e ser indicado para ir a Portugal”, sonha o tocantinense. Ao todo o Brasil tem 16 atletas compondo a Seleção, mas o Comitê Olímpico Brasileiro (COB), é quem irá selecionar os oito melhores para fazer este treinamento em Portugal, pois está acompanhando passo a passo cada atleta.??

Técnico?

Rogério Índio faz questão de enaltecer o trabalho do técnico Roman Vilchenco, que é mestre em canoagem, e treinador do Projeto Remando no Lago, que segundo ele, é um dos responsáveis por sua ida à Seleção. “Ter um bom técnico com conhecimento acima da média na canoagem como o Roman, e um Lago como de Palmas para treinar, faz toda a diferença e, por isso, que hoje estou obtendo estes resultados expressivos”, explica o tocantinense.  ??

Promessas?

Além de Rogério Índio, que já é uma realidade, através do projeto Remando no Lago, patrocinado pela Investco, os canoístas Ayrton Rodrigues, Matheus Costa, da categoria Cadete, e Thíndaro dos Santos, da categoria Menor, também receberam o convite e aguardam a convocação oficial da Seleção Brasileira, que deve ser feita no mês de março. Isso só foi possível graças ao apoio da Investco que levou 13 atletas do Tocantins para disputar o Brasileiro, em São Paulo, no mês de novembro.??

Novidade?

Além do projeto Remando no Lago de Palmas, que já existe desde 2005, na parte social e de 2009 em diante com o segmento de rendimento foi aprovado pelo Ministério do Esporte, no dia 7 deste mês, o Projeto Remando no Lago, Núcleo de Porto Nacional, também incentivado e apoiado pela Investco e comandado pela Federação Tocantinense de Canoagem (Fetocan). (Reinaldo de Jesus Cisterna – Jorbal do Tocantins)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.