A vice-prefeita de Cachoeirinha, Simone Alice Miranda Almeida (PP), que assumiu a Prefeitura, na terça-feira após a Justiça ter afastado, liminarmente, o prefeito Zélio Herculano de Castro (PR) em atendimento ao pedido do Ministério Público Estadual (MPE) disse ontem que o gestor já recorreu da decisão.

O Ministério Público Estadual (MPE) obteve o afastamento do prefeito e do secretário Municipal de Administração e Planejamento, Francisco AlvesFilho, em ação que os acusa de não ter prestado contas da administração pública.

Segundo o promotor que assinou o pedido, Caleb Melo, em maio deste ano, foi feito pela Câmara de Vereadores um pedido de prestação de contas sobre contratos celebrados e contratação de servidores. Depois de findo o prazo para resposta de 30 dias, a promotoria entrou com a ação civil pública. “Vários pedidos de prestação de contas foram feitos, e após a negativa o MPE entrou com a liminar para o afastamento do prefeito”, comentou o promotor. (Lara Tavares – Jornal do Tocantins)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.