Na manhã de sexta-feira, 10, os vereadores de Esperantina escolheram seu novo presidente que administrará o Parlamento pelos próximos dois anos. Com nove voto o vereador José Rivanildo Borges da Silva(PMDB), Possero, venceu e terá ao seu lado compondo a Mesa Diretora os vereadores: Maria Alzenira Alves Pereira(PT), Dora, vice-presidente; Antônio Ornildo Sousa Costa(PDT), Ornildo, 1º secretário; Albino Cardoso de Souza(PMN), Bina, 2º secretário e Deumar Alves dos Santos(PMDB), Deumar, suplente.

Apesar de vencer com apoio total dos vereadores a disputa para Possero não foi tão fácil assim nos bastidores.

O atual presidente da Casa, vereador Reginaldo Pereira Silva(PDT) estava de olho na cadeira de presidente, pretendendo continuar no posto. Para isso se aliou ao grupo da prefeita, Geneci Cayres(PR). Com quatro votos certos ao seu lado, Reginaldo buscou cooptar um dos cinco parlamentares que ainda estavam soltos e mantinham conversas adiantadas para apoiar Possero para presidente.

Na chapa de Possero existem três correntes: a primeira composta pelos vereadores Bina e Dora, estes pertencem a uma terceira força em Esperantina que apoiou a candidatura do padre Ramildo(PT); a segunda corrente é formada por Deumar e Ornildo, estes alinhados com o deputado estadual Iderval Silva, a terceira corrente é a do próprio vereador Possero que ficou navegando desde agosto entre oposição e situação, vendo onde poderia se dar melhor. E se deu bem, acabou virando presidente. A eleição era para ter acontecido em agosto, mas a instabilidade política de Possero não permitiu que Reginaldo acreditasse em Possero e convocasse antecipadamente a eleição da Mesa e se reelegendo.

A tática de Possero deu certo, ele conseguiu atrair os votos da oposição à Renildo, oferecendo os espaços na Mesa Diretora e o controle das Comissões mais importantes.

Com a vitória de Possero preparada, não restou outra atitude ao grupo de Reginal a não ser reconhecer a derrota, e, acompanhar o voto da maioria, fazendo no mínimo parecer que o grupo não foi derrotado.

Para a dita oposição: Deumar, Ornildo, Bina e Dora ficou o sabor de vitória, mesmo tendo a certeza que Possero não é de confiança. Para Reginaldo ficou o sabor da saudades, pois vai perder as regalias. Para a prefeita, pouco importou, pois ela sabe que não pode confiar em Possero daí muito menos em Reginaldo.

Possero

Casado, tem 33 anos, agricultor de ocupação, natural de Colinas-MA, possui o Ensino Fundamental incompleto, declarou a Justiça Eleitoral possuir uma casa e lote no valor de R$ 6.000,00(Seis mil reais).

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.