Após consolidar os números da Aids em todo o Brasil, o Ministério da Saúde divulgou as atuais estatísticas da doença. O Pará é o Estado do Norte que mais registrou casos da doença, segundo o Boletim Epidemiológico de 2010 – que mostra os índices de infecção entre os meses de janeiro e junho deste ano. De acordo com os dados, do total de 1.252 notificações com confirmações para o HIV-Aids em toda a região, 510 foram concentrados no Pará.

Conforme o boletim, a taxa de incidência (um caso para cada cem mil habitantes) em menores de cinco anos chegou a 11 confirmações. E se for levado em consideração somente os seis primeiros meses de 2010, pode-se dizer que trata-se de um número alto, já que em 2009 a média pontuada nos 12 meses foi de 5,1 para a incidência em crianças com menos de cinco anos, que também se mostra como o mais alto do Norte.

Com relação aos óbitos, o boletim reforça os riscos que o Pará concentra para a transmissibilidade viral, pois, desde a década de 80, 2009 foi o ano em que mais mortes foram registradas no Estado, quando 425 pessoas morreram infectadas. Os números de 2010 ainda não foram consolidados pelo Ministério da Saúde.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.