A Delegacia de Especialização e Investigação Criminal (Deic), reinicia, nesta quinta-feira, 2, as escavações na Fazenda Eldorado, próximo a Xambioá, de propriedade de Vilmar Leite, marido da prefeita de Xambioá, Ione Leite(PP). Uma denúncia anônima investigada pela polícia afirma que corpos de seis trabalhadores rurais estariam enterrados na fazenda. Foragido da Justiça, Vilmar Leite é acusado de ser um dos responsáveis pela morte de Isabel Barbosa Pereira, em um crime que envolve uma disputa familiar pela Prefeitura de Xambioá. Segundo a denúncia, os enterros dessas pessoas ocorreram entre 1980 e 2000.

As escavações começaram na segunda-feira, mas nenhuma ossada foi encontrada ainda. O trabalho foi paralisado ontem, pelo risco de desabamento do local, informou o delegado da Deic, Evaldo Gomes. Hoje, chega uma restroescavadeira. “O promotor Caleb de Melo Filho do Ministério Público Estadual(MPE) solicitou um retroescavadeira, que começa hoje a ajudar no trabalho de escavação”, disse o titular da Deic.

Conforme Gomes há indícios de pelo menos dois agricultores enterrados na fazenda. Os nomes não foram divulgados devido ao sigilo da investigação. O delegado contou que testemunhas relataram, de forma detalhada, situações que podem indicar corpos enterrados lá.

O delegado disse, ainda, que o grupo é classificado como de extermínio por matar pessoas de uma determinada classe. Ele afirmou que as pessoas que trabalhavam na fazenda de Leite sofriam uma espécie de regime escravo. “Os que foram contra o regime de trabalho, foram exterminados”, enfatiza Gomes.

O advogado do proprietário, Paulo Roberto da Silva, disse que Leite, é inocente é que estão plantando acusações contra seu cliente. (Lara Tavares – Jornal do Tocantins)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.