Sem títuloMarcelo Baldochi prestou depoimento, na manhã desta terça-feira, 16, à comissão de corregedores do Tribunal de Justiça do Maranhão. O depoimento estava marcado para as 9h, mas o juiz se atrasou e começou falar com a corregedoria as 10h20. Segundo o desembargador Antonio Bayma, o depoimento terminou ao meio-dia. Marcelo Baldochi deu voz de prisão a três funcionários da TAM no último dia 6 no aeroporto de Imperatriz, após se atrasar para o embarque. Ele se recusou a falar com a imprensa.

Marcelo Baldochi foi a última pessoa envolvida no caso a ser ouvida pela Corregedoria de Justiça que apura “fortes indícios de conduta incompatível com o exercício da magistratura”, como foi registrado pelo corregedor em exercício, Antonio Bayma, na Portaria 4824/2014. Os corregedores José Américo e Tyrone José conduzem a apuração, que tem o prazo máximo de 30 dias para ser concluída. “Que houve abuso de poder está claro. Contra fatos não há contestação”, afirma Bayma.

Entenda

No sábado, 6, três funcionários foram mandados ao Plantão Central da Polícia Civil de Imperatriz após receberem ordem de prisão do juiz. Segundo depoimento prestado pelos funcionários na delegacia, o magistrado teria ordenado a prisão dos funcionários ao ser impedido de entrar em uma aeronave, minutos após os procedimentos de embarque serem encerrados.

Repúdio

A Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) repudiou a atitude do juiz Marcelo Baldochi e divulgou que considera inadmissível qualquer atitude que represente abuso de poder. A Associação dos Magistrados do Maranhão (AMMA) também se manifestou. “Se for observado algum tipo de excesso, que haja efetivamente a punição. Porque nós, magistrados do Estado do Maranhão, não compactuamos com esse tipo de atitude”, garantiu o presidente da AMMA Gervásio Protásio.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.