Sem títuloPrimeira mulher eleita para governar um estado brasileiro, Roseana Sarney Murad deixará o cargo de governadora do Maranhão na manhã desta quarta-feira, 10. De acordo com informações de autoridades que estiverem presentes em uma reunião no início da noite desta terça-feira, 9, no Palácio dos Leões, sede do Governo do estado, a governadora renunciará ao cargo ainda no início da manhã, entre 8h30 e 9h.

Nossa equipe foi informada com exclusividade que o motivo da renúncia é pessoal da governadora, para não ter que passar a faixa para o governador eleito, Flávio Dino (PCdoB). A cúpula do governo entende que na posse de Dino, poderá acontecer diversas manifestações negativas e de ataque a atual governadora. Para evitar esse tipo de acontecimento ela preferiu por fim ao mandato antes do final.

Com o seu afastamento, quem assume o cargo é o presidente da Assembléia Legislativa do Maranhão, o deputado estadual Arnaldo Melo (PMDB). Isso acontece porque Washington Luiz, que era vice-governador, deixou o cargo em novembro do ano passado para assumir uma vaga como conselheiro do Tribunal de Contas do Maranhão.

A decisão de Roseana contradiz a um pronunciamento feito por ela própria, em janeiro, quando anunciou que não disputaria uma eventual eleição ao Senado e permaneceria no cargo até o fim de seu mandato, em 31 de dezembro. “Vou ficar porque quero terminar o que iniciei. Quero terminar as ações do governo e deixar aqui cumprido o compromisso que tive com o povo ao me eleger para este mandato. Vou me empenhar para fazer o melhor governo de minha vida. Por isso tomei esta decisão”, disse à época.

Roseana candidatou-se pela primeira vez a um cargo eletivo em 1990, quando foi eleita deputada federal pelo então PFL. Em 1994, foi eleita pela primeira vez governadora do Maranhão. Em 1998, foi reeleita governadora, a primeira mulher a se reeleger ao cargo. Em 2002, elegeu-se senadora. Em 2006, foi candidata pela terceira vez ao governo do Maranhão, mas perdeu para Jackson Lago. Mas após a cassação de Lago, em 2009, assumiu o Governo do Estado, sendo reeleita no ano seguinte.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.