O Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra no Estado do Tocantins esclareceu nesta sexta-feira, 9, que o bloqueio da rodovia Transamazônica (BR-230), na tarde desta quinta-feira, 8, na região da Água Amarela, município de Araguatins, não foi promovida pelo movimento social e tão pouco houve participação de qualquer membro.

O MST informou que atualmente está presente com 6 assentamentos e 3 acampamentos em luta permanente pela melhoria das condições sociais dos camponeses e camponesas, no Bico do Papagaio.

Nossa equipe confirmou a informação e constatou que a ocupação foi feita por outro movimento social, denominado Movimento Frente Nacional de Luta no Campo e na Cidade (FNL), que possui o acampamento Fidel Castro, na área onde ocorreu a interdição na quinta.

O FNL é um movimento dissidente do MST, que tem como líder José Rainha Júnior, que hoje faz parte da Frente Nacional. Rainha é ativista da luta pelo direito à terra e foi afastado do comando do MST por divergências políticas com a cúpula da entidade.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.