whatsapp-image-2016-12-07-at-20-16-26

José de Ribamar Dias Oliveira e Divinal Oliveira Souza pegaram 14 anos e 6 meses cada um, pelo crime de homicídio e ocultação. A decisão foi proferida ainda nesta quarta-feira, 7, após de decisão do Conselho de Sentença.

O crime ocorreu em junho de 2014 e teve também a participação de um adolescente. O fato aconteceu no povoado Arraial dos Feitosas, às margens do rio Araguaia. Os suspeitos pediram o facão da vítima emprestado, ela se negou a entregar o objeto e houve uma acalorada discussão.

Revoltados com a recusa, o trio resolveu tomar o facão da vítima Clayton, que estava deitado em uma rede e não teve condições de se defender. Depois de pegar o objeto, José segurou a vítima para que Divinal e o menor a esfaqueasse. O lavrador sofreu várias perfurações pelo corpo.

Assim que constataram a morte de Clayton, o trio jogou o corpo no rio Araguaia. José e Divinal foram presos no dia seguinte ao crime quando tentavam fugir para o Pará.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.