jaldo-saraiva

Logo depois do fim do Campeonato Brasileiro o Atlético Mineiro anunciou o técnico Roger como substituto de Marcelo Oliveira. Agora o meia natural de Augustinópolis, Marlone, vem sendo cogitado em Minas Gerais. O clube paulista recusou a proposta do Galo na última quarta-feira (21). Neste momento o jogador aproveita as férias fora do país enquanto no Tocantins o pai do atleta, Jaldo Saraiva, prefere não entrar na discussão sobre o futuro do filho, mas sim aproveitar a oportunidade para pedir votos para ele no Prêmio Puskás.

– Por enquanto são só comentários que eu vejo na imprensa, não estou sabendo de nada. O Marlone não falou nada comigo sobre esse assunto de mudança de time – disse Jaldo Saraiva, pai do jogador.

Marlone é um dos nomes pedidos pelo novo técnico do Atlético Mineiro que estará na Copa Libertadores do ano que vem. Com contrato até o final de 2019 e sendo uma das únicas contratações que vingaram no clube paulistano esta temporada, a tendência é que diretoria não libere o atleta.

O jogador tocantinense é um dos queridinhos pela torcida e caiu ainda mais nas graças depois de ter marcado um golaço na Libertadores que concorre ao Prêmio Puskás de gol mais bonito do ano.

– Continuo votando nele e todos aqui na cidade [Augustinópolis] estamos torcendo para que ele vença este prêmio. Peço para que votem no Marlone, vamos trazer este título para o Tocantins – comentou.

Os concorrentes do tocantinense na disputa são: Mohd Faiz Subri, da Malásia e Daniuska Rodríguez, da Venezuela. A votação do prêmio que escolhe o gol mais bonito da temporada continua aberta no site da Fifa. A cerimônia de entrega do Puskás ocorrerá no dia 9 de janeiro (segunda-feira) de 2017, em Zurique, na Suíça. (GE)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.