img-20161222-wa0003

No final da tarde desta quinta-feira, 22, a Polícia Civil, por intermédio da Delegacia de Arapoema, divulgou os números referentes à operação de combate à criminalidade, deflagrada durante todo o dia, nas cidades de Arapoema, Pau D´arco e Bandeirantes do Tocantins.

A operação foi comandada pelos delegados; Ronie Augusto Rodrigues Esteves, da Delegacia de Arapoema e Marco Aurélio Barbosa Lima da Delegacia de Pedro Afonso resultaram na apreensão de diversas armas de fogo de calibres variados, bem como munições de calibres diversos, além de drogas, dinheiro, objetos de origem e procedência criminosa e galos utilizados em rinhas para apostas clandestinas.

Conforme o delegado Ronie Augusto, a operação teve como objetivo principal dar cumprimento a 13 mandados de busca e apreensão em residências de pessoas suspeitas de envolvimento com a prática de delitos, nos três municípios acima mencionados.

img-20161222-wa0008

 “Durante algumas semanas, as equipes da polícia civil de Arapoema e região, efetuaram levantamentos sobre a conduta de alguns indivíduos e, surgiram fortes indícios de que os mesmos estariam envolvidos em atividades criminosas e, em razão disso, representamos junto ao Poder Judiciário, pelos mandados de busca e apreensão, os quais foram deferidos e cumpridos nesta quinta-feira, 22”, ressaltou o delegado.

Ainda durante a operação, as equipes da Polícia Civil com apoio da Polícia Militar realizaram diversas abordagens a condutores de veículos e indivíduos em atitude suspeita, visando apreender drogas, armas de fogo, veículos roubados, furtados ou clonados, bem como localizar possíveis foragidos da justiça.

Durante a operação, em Pau D´arco, os policiais civis prenderam em flagrante delito, Jeoci da Silva Cunha, 41 anos de idade, o qual estava de posse de uma espingarda calibre 22, uma espingarda calibre 28,  sete cartuchos intactos de munição calibre 28, 16 cartuchos também intactos de calibre 22, além de 11 galos de briga, que eram usados em rinhas. Desta maneira, o indivíduo foi autuado em flagrante pela prática dos crimes de posse ilegal de arma de fogo, e maus tratos a animais, sendo o mesmo, após os procedimentos cabíveis, recolhido à Cadeia Pública de Arapoema.

Dando continuidade à operação, em Bandeirantes do Tocantins, os policiais civis prenderam Valdir dos Santos Oliveira 37 anos, o qual estava de posse de uma espingarda calibre 28, 16 cartuchos intactos de e 13 já deflagrados de munições do mesmo calibre, além de pólvora e espoletas. O indivíduo foi autuado em flagrante por posse ilegal de armas e munições.

Em Arapoema, a Polícia Civil prendeu em flagrante delito, pelos crimes de tráfico de drogas e posse ilegal de munições, Ramon Mello da Costa 19 anos. Com ele, os policiais apreenderam aproximadamente 100 gramas de maconha, apetrechos usados para embalar a droga, seis aparelhos celulares, munição calibre 22, além de R$ 435,00, em dinheiro proveniente do tráfico.

Após os procedimentos que a lei determina, Ramon e Valdir também foram recolhidos à carceragem da Cadeia Pública de Arapoema, onde permanecerão à disposição do Poder Judiciário.

A operação contou ainda com apoio de equipes do Gote (Grupo de Operações Táticas Especiais), força de elite da Polícia Civil, as quais foram coordenadas pelo delegado Rildo Barreira, bem como de policiais civis da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic), comandados pelo delegado Vinícius Mendes de Oliveira. No total, foram utilizadas na operação, realizada simultaneamente nas três cidades, 10 viaturas e mais de 40 policiais.

A ação teve o apoio da Secretaria de Segurança Pública, que disponibilizou todo o efetivo oriundo de Palmas, e também do Poder Judiciário de Arapoema.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.