junior-miranda

O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ) Mauro Campbell Marques, relator do inquérito que investiga o governador Marcelo Miranda (PMDB), revogou as prisões temporárias do irmão do governador, Júnior Miranda, do ex-secretário estadual da Infraestrutura Sérgio Leão, do diretor de Licitação da Secretaria Estadual de Educação, Lazer e Esportes, Carlos Gomes Mundim, e de Alex Câmara. Os três foram presos na segunda-feira, 28, na operação Reis do Gado da Polícia Federal, que investiga um suposto esquema de desvio de recursos públicos para compra de fazendas, cabeças de gado, aeronaves e salas comerciais.

Além dos quatro, também estão presos na Casa de Prisão Provisória (CPP) de Palmas José Miguel dos Santos Peixoto, Alex Peixoto dos Santos e Alaor Junqueira. Responsável pelo Sistema Prisional do Estado e logo da CPP de Palmas informou que as prisões terminam hoje e os presos precisam deixar a unidade à meia noite. (Jornal do Tocantins)

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.