O sistema integrado de Universidade Aberta do Brasil (UAB) realizará processo seletivo para o ingresso nos cursos de Licenciatura em Matemática e Bacharelado em Administração Pública, nos municípios de Araguatins e Ananás. O período de inscrição começará no próximo dia 27, e vai até o dia 16 de fevereiro.

Estão sendo disponibilizadas 80 vagas para o processo seletivo que tem como finalidade oferecer oportunidade a professores que atuam na educação básica e não possuem licenciatura. Os cursos ofertados também permitem a formação continuada para dirigentes, gestores e trabalhadores em educação básica.

São 20 vagas para Matemática e 20 para Administração Publica em ambos os municípios.

Também serão contemplados os polos de Alvorada, Araguaína, Arraias, Cristalândia, Dianópolis, Guaraí, Gurupi, Palmas, Pedro Afonso e Porto Nacional. A seleção será elaborada pela Fundação Universidade Federal do Tocantins (UFT), por meio da Diretoria de Tecnologias Educacionais.

“Esta é uma importante oportunidade para os educadores que ainda não possuem a graduação na área em que atuam. A Seduc, como mantenedora dos polos de Educação, reconhece a relevância da UAB com a finalidade de expandir e interiorizar a oferta de cursos e programas de educação superior no País. Essa formação também refletirá positivamente na qualidade do ensino ofertado na educação básica em todo o país, contribuindo para importantes avanços na aprendizagem dos alunos das escolas públicas”, pondera a gestora da Seduc, professora Wanessa Sechim.

Os interessados devem optar no momento da inscrição pela ampla concorrência, por ingressos do ensino médio ou pelo sistema de cotas. Conforme o edital, as vagas serão distribuídas por meio de três sistemas: o universal, o de cotas para etnia indígena ou quilombola e o de aplicação da Lei 12.711/2012. No momento da inscrição, o candidato deverá optar por um dos sistemas.

O edital poderá ser conferido AQUI

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.