Há 14 dias sem notícias do namorado, a jovem Adrielle Silva de Carvalho, 18 anos, diz estar angustiada. Moacir Junior Silva Franco, 22 anos, desapareceu no dia 26 de novembro após sair de casa para pescar, em Xambioá, norte do Tocantins, junto com o tio dele, Ivan Silva Oliveira, 36 anos. A polícia ainda não tem pistas do paradeiro deles.

Adriele conta que ela e Moacir não se desgrudavam. “Estou apreensiva. A gente não se separava por nada. Agora estou há 14 dias sem saber de nada”.

A jovem relembra que no dia 26 de novembro o namorado disse que quando chegasse da pesca iria passar na casa dela. “Ele deixou recado, disse que iria na minha casa à noite. Dá uma angústia. Estamos sem nenhuma notícia, sem saber se estão vivos ou mortos”, lamenta.

A namorada diz ainda que a família do jovem não tem qualquer pista e que diante da situação não sabe o que fazer.

A Polícia começou a investigar o caso dias depois do desaparecimento. Policiais fizeram buscas pela região, mas não encontraram indícios de que tenha havido crime. Por causa disso, pediram para que os Bombeiros fizessem buscas pelo córrego.

Na última quarta-feira (7), homens do Corpo de Bombeiros começaram a procurar. Vasculharam o local, mas encerraram as buscas na sexta-feira (9) sem encontrar qualquer pista que levasse ao paradeiro de Moacir e Ivan.

Segundo os Bombeiros, o promotor de Justiça da comarca foi informado do caso e se as investigações da polícia apontarem algum novo local as buscas serão retomadas.

O delegado Wilson Oliveira, responsável pelas investigações, disse que também pediu o apoio da Polícia Militar Ambiental, o Cipama, para fazer buscas pela mata. Ele informou que não há novos indícios do paradeiro dos homens.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.