ramon-barros-rocha

Em conversa com o webjornal Folha do Bico, na manhã desta sexta-feira, 23, o diretor geral do Hospital Regional de Xambioá, Ramon Barros Rocha, destacou o trabalho desempenhado pelos colaboradores que dão sustentação para que a Unidade de Saúde funcione.

Ramon comentou que em um ano de tantas ocorrências e tantas coisa vividas dentro da Unidade Hospitalar, as lutas, realizações e conquistas, sempre servem que inventivo. “Toda a equipe sempre esta ali. Cuidando, se dedicando em prol do povo da nossa gente. São esses os profissionais do Hospital Regional de Xambioá. Tanta correria. Tanto interesse comum. Nossa luta diária está dando resultado. Muito já foi feito e muita coisa já está por vim”, disse o gestor, que garantiu que 2017 será um ano melhor. “O ano que vem vai ser melhor ainda. Grande é o interesse de a cada dia melhorar, trabalhar e trabalhar cada vez mais. Ver e está participando de um Hospital onde os profissionais trabalham com amor absoluto pelo paciente é mais do que gratificante. A todos e a todas profissionais e colaboradores do Hospital Regional de Xambioá eu agradeço muito pelos bons serviços prestados nesse ano de 2016”, concluiu.

O Hospital

hospital-xambioa

O Hospital Regional de Xambioá é uma unidade de Porte I, situada no Bico do Papagaio. O hospital atende a pacientes de urgência e emergência e conta com clínicas médica, cirúrgica, serviços ambulatoriais, ultrassonografia, Raio X, clínica médica, serviço social, odontologia, fisioterapia, psicologia, nutrição, serviço social e outros.

A unidade possui 52 leitos e é referência para pacientes dos municípios de Araguanã, Carmolândia, Piraquê, Wanderlândia, Darcinópolis, Angico, Cachoeirinha, Ananás e Araguaína, além de cidades do Pará, como São Geraldo, Piçarra e outras, com uma média de 1600 atendimentos.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.