O Réveillon 2018 em Araguatins que já havia se tornado polêmica após o prefeito Cláudio Santana (PMDB), anunciar que não realizaria o evento e o empresário Marcos Eticcam, tomar a frente e garantir a realização, ganhou um novo capítulo.

Nesta quarta-feira, 27, a banda baiana Nanabanda, postou em sua fanpage nas redes sociais, que tocará no Réveillon em Araguatins, acompanhada do Trio Light. O anúncio foi feito sem nenhuma outra informação, tipo local ou quem estaria organizando.

Postagem na fanpage da banda.

O comunicado da banda foi feito de maneira aleatória, exatamente no prazo estipulado pelo empresário Marcos da Eticcam, para que a Prefeitura Municipal, Governo do Estado e o deputado Rocha Miranda se dispusessem sobre a realização da festa. Eticcam havia dito, que se até quarta-feira, 26, nenhum dos três se posicionassem, ele, junto com outros empresários anunciariam o formato da festa com artistas locais.

Sem o comunicado oficial, Marcos da Eticcam fez a reunião e recebeu a informação da postagem da Nanabanda, nas redes sociais. A partir dai, como a banda possui um laço de amizade com o deputado Rocha Miranda, Eticcam e o grupo de empresários tentou contato com o parlamentar para confirmar a contratação, mas o parlamentar não foi encontrado, nem por telefone, nem em sua residência.

Reunião na residência de Marcos Eticcam, na noite desta quarta-feira.

Na manhã desta quinta-feira, 28, nossa equipe também tentou contato no fone do deputado, mas as ligações não foram atendidas. A assessoria de comunicação do parlamentar também não foi comunicada sobre a possível contratação.

Ao webjornal Folha do Bico, Marcos da Eticcam disse que dois eventos não justificam e vai aguardar uma posição de Rocha Miranda ou de quem contratou a Nanabanda. “Estamos aqui para colaborar, essa foi nossa intenção. Não queremos criar tumulto fazendo dois eventos. Apenas tivemos essa iniciativa após o prefeito anunciar que não iria fazer. Se decidiram fazer, precisamos apenas da confirmação para desmobilizar nossa estrutura. Mas de qualquer forma estamos preparados, se eles não fizerem nós vamos fazer. Ficar sem o Réveillon garanto que a cidade não vai ficar”, disse o empresário.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.