O ex-candidato Júnior do Nenzin, filho de Manoel Mariano,conhecido como “Nenzin” e que foi assassinado na manhã de quarta-feira (6) na cidade de Barra do Corda, é apontado pela polícia como o suspeito de participação no crime. O Estado apurou que o pedido de prisão de Júnior do Nenzin foi feito. A cúpula da Secretaria de Segurança Pública (SSP) deverá dar mais detalhes sobre o caso nas próximas horas.

A informação sobre a suspeita de Júnior foi confirmada por integrante da cúpula de investigação do caso. Ele estava na companhia do pai, Nenzin, no momento do crime. De acordo com a versão atual da polícia, Nenzin estava com o filho e outros dois seguranças em um loteamento a caminho de sua fazenda quando foi abordado por dois homens que atiraram contra o ex-prefeito. Ele chegou a ser socorrido, mas morreu horas depois.

A morte de Nenzin causou comoção na população barra-cordense. Além disso, políticos e nomes importantes também externaram seus pesares diante do crime. Nenzin foi prefeito por três vezes de Barra do Corda, além de vereador. Atualmente, era pecuarista. Nenzin é pai do atual deputado estadual Rigo Teles.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.