A Escola Penitenciária da Secretaria de Estado da Cidadania e Justiça (Seciju) concluiu a capacitação de 30 servidores de unidades prisionais do Bico do Papagaio, no campus de Araguatins do Instituto Federal do Tocantins (IFTO). O Curso de Alinhamento Operacional (Caop), para unificação dos procedimentos cotidianos das unidades, começou na segunda-feira, 11, e terminou na sexta-feira 15, com encerramento feito pelo Diretor do Sistema Prisional, Cristóvão Lopes e entrega de alimentos que culminarão em cestas básicas, em parceria com os alunos do IFTO.

De acordo com o gerente da Escola Penitenciária (Espen), Ricardo Nogueira, a ajuda dos servidores com a arrecadação de alimentos não perecíveis é uma forma de contribuir com os estudantes da instituição que estão em estado de vulnerabilidade social e também agradecer ao IFTO, que sediou o curso, e toda sociedade pela acolhida dos servidores na cidade. “É um ato de amor e responsabilidade social com o local onde os servidores foram capacitados. Estamos felizes com o curso, repassamos aos servidores, agentes do Sistema Penitenciário tocantinense, conhecimento sobre a rotina e os procedimentos necessários e cabíveis de serem adotados em ambiente prisional, como também servir a população local de Araguatins e região”, explicou.

Durante o treinamento, que durou uma semana, na modalidade de semi-internato, foram ensinadas aos técnicos em Defesa Social procedimentos de intervenção, escolta, segurança de armamento, procedimentos funcionais táticos, complementados pelas atividades relacionadas à operacionalização do Sistema Penitenciário Estadual (Sispen/TO). Os servidores também aprenderam a realizar procedimentos de primeiros socorros, tendo aulas ministradas pelo Corpo de Bombeiros da cidade.

Os participantes também receberam um brevê, insígnia com o brasão do Caop, que os identificará como servidores que tiveram uma capacitação especializada com a temática de alinhamento operacional. De acordo com o Diretor do Sistema, Cristóvão Lopes, essa é uma forma de reconhecer todo o esforço dos agentes. “Eles suaram muito para conquistar o brevê no uniforme de trabalho. Isso é importante para mostrar aos próximos que farão o curso como é importante se dedicar e a relevância dessas capacitações para todos os nossos servidores lidarem melhor com o Sistema Prisional”, complementou.

Os 30 servidores foram capacitados pelos instrutores Ricardo Nogueira, gerente da Espen, também pelo instrutor Iran Aragão, Orleans Alves, José Nilson, Frederico Campos e o instrutor do Corpo de Bombeiros, Sd. Raimundo. O curso encerrou as atividades do calendário da Espen de 2017 e já dá início ao projeto e calendário das atividades para os servidores do Sistema Penitenciário do Tocantins de 2018.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.