Em votação durante a convenção nacional extraordinária do PMDB, nesta terça-feira (19), em Brasília, os convencionais tocantinenses do partido apoiaram a troca de nome da sigla para MDB (Movimento Democrático Brasileiro).

Foi aprovada também a regularização do estatuto do partido, ajustando-o para as novas regras de financiamento de campanha –condição para que a legenda receba os recursos do recém-criado fundo eleitoral.

A alteração de nome ainda precisará ser validada pelo Tribunal Superior Eleitoral, que registra os partidos políticos no Brasil. O procedimento, no entanto, é considerado protocolar.

Entre os tocantinenses presentes estavam o governador Marcelo Miranda, a deputada federal Dulce Miranda, o presidente estadual, Derval de Paiva, os ex-deputados federais José Freire e Freire Júnior.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.