O senador eleito Eduardo Gomes, que toma posse no próximo dia 1ª de fevereiro, deve deixar o SD e ingressar no MDB. A articulação vem sendo feita pela direção nacional do próprio MDB que vem assediando Gomes desde novembro.

Pessoas próxima ao senador eleito dizem que Gomes ficou balançado e deve aceitar o convite, mas que só dirá o sim final se conseguir se acertar com a ala histórica da legenda. O objetivo de Gomes é entrar com o apoio não apenas na nacional, mas também da cúpula local.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.