Connect with us

Maranhão

23 mil famílias estão cadastradas no Bolsa Família em Imperatriz

Publicado

em

O coordenador da Frequência Escolar do Programa Bolsa Família, Etevaldo Alves de Lima, da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedes), disse ontem (28) à reportagem que, das 23 mil famílias cadastradas no programa, pelo menos 18 mil estão recebendo o benefício em Imperatriz.

Ele disse, ainda, que técnicos do programa começaram a visitar as famílias que foram cadastradas no programa para verificar, in loco, o perfil socioeconômico exigido pelo Ministério do Desenvolvimento Social, do Governo Federal. “Essa análise do Cadastro Único é feita pela coordenação nacional do Programa Bolsa Família, em Brasília, que divulgará posteriormente a lista das famílias enquadradas no perfil do programa”, frisa.

De acordo com o Decreto nº 6.135/07, devem ser incluídas no Cadastro Único as famílias de baixa renda, que são aquelas com renda familiar mensal per capita de até meio salário mínimo e as que possuem renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Além disso, famílias com renda superior a três salários mínimos poderão ser incluídas no Cadastro Único, desde que sua inclusão esteja vinculada à seleção ou ao acompanhamento de programas sociais implementados nas três esferas da federação: municipal, estadual e da união.

Etevaldo Lima explica que o cadastramento não significa a inclusão no Programa Bolsa Família, onde somente é concedido o benefício às famílias com renda familiar por pessoa de até R$ 140,00 e a concessão, além de outros fatores, depende de previsão financeira e orçamentária. Apesar disso, as famílias devem manter seus cadastros sempre atualizados.

Ele esclarece que famílias que tiveram benefícios bloqueados ou suspensos é decorrente da falta de informações sobre a frequência escolar do aluno, principalmente das crianças na faixa etária de 7 a 15 anos de idade. “Já os jovens nas idades de 16 e 17 anos devem estar com frequência escolar acima de 85%, caso contrário, perdem o benefício concedido pelo Programa Bolsa Família”, orienta.

Mudanças

O coordenador da Frequência Escolar do Bolsa Família lembra que, antigamente, o programa atendida até três crianças por família, sendo R$ 32,00 por cada criança, mas agora a presidenta Dilma expandiu o benefício para famílias que tenham até cinco crianças. “Houve um aumento do número de pessoas que passam a ser beneficiadas socialmente pelo Bolsa Família”, concluiu. (Gil Carvalho)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Maranhão

ESTREITO: Orla corre risco de desmoronamento

Publicado

em

A Defesa Civil informou que há riscos de desmoronamento em partes da estrutura da Orla, na cidade de Estreito, na região Tocantina maranhense, que faz divisa com o Bico do Papagaio.

A Prefeitura solicitou que a população não ultrapasse as áreas interditadas que estão identificadas com as fitas zebradas.

Continue lendo

Maranhão

IMPERATRIZ: Marginais estão saqueando casas alagadas

Publicado

em

Famílias da cidade de Imperatriz, na região Tocantina, sul do Maranhão, que faz divisa com o Bico do Papagaio, em São Miguel, além de passagem por sérias dificuldades por conta da enchente do Rio Tocantins, estão sendo vítimas de criminosos que estão saqueando as casas durante a madrugada.

Os marginais estão roubando telhas e fiação elétrica das residências.

A Polícia Militar de Imperatriz deflagrou a “Operação Anfibius” para caçar os delinquentes. A operação, que irá ocorrer até a normalização do nível do Rio Tocantins, com patrulhamento nas áreas alagadas com utilização de carros e lanchas.

Continue lendo

Maranhão

Técnico de enfermagem é suspeito de furtar medicamentos da rede pública no Maranhão

Publicado

em

Um técnico de enfermagem, pertencente a Rede Municipal de Saúde de Santa Luzia, a 294 km de São Luís, foi preso na tarde de domingo (16) suspeito de furtar medicamentos do hospital do município. A prisão foi realizada pela Polícia Militar (PM) após denúncia anônima.

A PM foi informada que o técnico de enfermagem, de 46 anos, que não teve a sua identidade revelada, aproveitava os plantões de fim de semana para praticar os furtos. A polícia revistou o carro do funcionário e no local foram encontrados alguns medicamentos do hospital público.

A polícia apreendeu frascos, de pelo menos, oito tipos de medicamentos. Além disso, foi encontrada uma carteira de identidade com a foto dele e o nome de outro homem. Também havia com ele um bloco de receita de controle especial, que fica sob responsabilidade do diretor do hospital e que somente o diretor deveria liberar esse documento.

Os policiais ainda apreenderam também carimbos em nome de dois médicos. O técnico de enfermagem foi apresentado na delegacia de Polícia Civil de Santa Inês.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze