Edmar e Rosinete foram presos por suspeita de violentar sexualmente a filha no interior do Maranhão

Edmar Cavalcante Neves, de 46 anos e Rosinete Lima Neves, de 40 anos, foram presos no município de Governador Newton Bello, localizado a 280 km de São Luís, por suspeita de abusar sexualmente da filha Érica Neves, de 19 anos.

O crime foi descoberto em uma carta deixada pela adolescente, que recorreu ao suicídio. Na carta, Érica Neves contou que era violentada desde os 15 anos de idade, sendo forçada a beijar e manter relações sexuais com pai e segundo a vítima, a mãe sabia do que acontecia.

A denúncia foi feita na Delegacia da Mulher do município de Zé Doca e os suspeitos foram chamados para prestar depoimento. Os celulares da adolescente e do casal foram apreendidos, e o crime ficou constatado por meio da troca de mensagens feita em um aplicativo.

A prisão dos suspeitos pelo crime de estupro qualificado foi concedida após a decisão da Justiça do Maranhão. Em seguida, Edmar Cavalcante Neves foi encaminhado para o presídio de Zé Doca e Rosinete Lima Neves para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, onde aguardam julgamento.

- Publicidade -

FAÇA UM COMENTÁRIO

Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.