Connect with us

Tocantins

Ação conjunta das Polícias do TO e PA desmonta organização criminosa especializada em assalto a bancos

Publicado

em

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por intermédio da Delegacia Especializada em Investigações Criminais, (DEIC), Núcleo Norte, de Araguaína, com apoio da DHPP, DERFRVA e Delegacia de Filadélfia, bem como da Polícia Civil do Pará, na manhã desta terça-feira, 19, deflagrou a Operação “Plunder” objetivando dar cumprimento a mandados de prisão de integrantes de uma organização criminosa especializada na prática de roubos a instituições financeiras e que atuava nos Estados do Pará, Tocantins e Maranhão.

A ação resultou na prisão de sete pessoas e apreensão de armas, munições, drogas, veículos e aparelhos de telefone celular. A operação é resultante do desdobramento das investigações do roubo a agência do Banco do Brasil na cidade de Filadélfia – TO, ocorrido em 29 de outubro de 2017.

Durante as diligências, foram identificados os integrantes de um grupo criminoso especializado em roubos a instituições financeiras nos estados do Tocantins, Pará e Maranhão, os quais tiveram suas prisões temporárias decretadas após representação da Polícia Civil do Estado do Tocantins.

Conforme o delegado José Anchieta de Menezes Filho, titular da DEIC-NORTE, o líder da organização foi identificado como Caio Menezes, o qual foi capturado na tarde da última segunda-feira, no Estado do Pará.

Durante o cumprimento dos mandados, foram apreendidas três armas de fogo, sendo uma pistola de calibre restrito (9mm) e dois revólveres calibre 38, além de grande quantidade de comprimidos de anfetaminas, um veículo roubado, aparelhos de telefone celular e apetrechos que seriam utilizados na empreitada criminosa.

Parte do grupo estava reunida em uma residência no Setor São Miguel, em Araguaína, onde finalizavam os preparativos para realizar mais um roubo, sob a liderança de Israel Teixeira de Jesus. No local também se encontrava um veículo roubado.

Ao todo, foram cumpridos quatro mandados de prisão, sendo um no Estado do Pará e três em Araguaína. Durante a operação Plunder, os indivíduos também foram presos, em flagrante, pela prática dos crimes de tráfico de drogas, posse ilegal de arma de fogo, adulteração de sinal identificador de veículo, bem como, formação de organização criminosa.

Os presos são: Israel Teixeira de Jesus, Luciano Francisco Veras da Silva, Kleison Reis Chagas, João Bosco Sousa Oliveira, Caio Menezes Silva, Maik Douglas Marcel da Silva, Kayo Lucas de Araújo e Douglas Dias Araújo. Dos veículos apreendidos, havia na residência um Hyundai HB20 roubado, que seria usado na ação criminosa, além de um Fiat Pálio que era utilizado como suporte para transporte dos criminosos e armas.

Após a realização dos procedimentos necessários, os presos foram encaminhados para a Casa de Prisão Provisória de Araguaína – CPPA, onde permanecerão recolhidos à disposição do Poder Judiciário.

O delegado Anchieta falou sobre o comprometimento das instituições de segurança durante a operação. “Vale ressaltar, por fim, o empenho de todas as instituições, que fazem parte do sistema de justiça criminal, para o sucesso das investigações, especialmente do Poder Judiciário da Comarca de Filadélfia que atuou com extrema agilidade na análise e deferimento das medidas cautelares investigativas”, pontuou.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

ARAGUAÍNA: Pesquisa Vetor mostra Vagner liderando com 45% seguido de Elenil com 24%

Publicado

em

Foi publicada no site www.fieto.com.br a pesquisa de intenção de votos nas eleições de 2020 para o cargo de prefeito no município de Araguaína, no norte do Tocantins, encomendada ao Instituto Vetor, pela Federação das Indústrias do Estado do Tocantins (FIETO) e TV Jovem/Record Tocantins.

As entrevistas foram realizadas de 13 a 15 de outubro com intervalo de confiança de 95% e margem de erro estimada em 4,4 pontos percentuais. O registro da pesquisa foi feito no Tribunal Regional Eleitoral (TO – 03533/2020 – Prefeito).

Continue lendo

Tocantins

Tocantins tem 7 novas mortes por Covid-19 oficializadas nesta terça

Publicado

em

A Secretaria de Estado da Saúde (SES) informa que nesta terça-feira, 20 de outubro, foram contabilizados 365 novos casos confirmados para Covid-19.

Deste total, 118 foram registrados nas últimas 24 horas e o restante por exames coletados em dias anteriores e que tiveram seus resultados liberados na data de ontem.

Desta forma, hoje o Tocantins registra um total de 224.311 pessoas notificadas com a Covid-19 e acumula 73.065 casos confirmados da doença. Destes 59.719 pacientes estão recuperados e 12.291 estão ainda ativos (em isolamento domiciliar ou hospitalar), além de 1.055 óbitos.

Clique AQUI e veja o boletim completo.

Continue lendo

Tocantins

Servidor do Detran no Tocantins é preso por cobrar para agilizar processos

Publicado

em

A 1ª Central de Flagrantes da Polícia Civil do Tocantins lavrou na segunda-feira, 19, um Auto de Prisão em Flagrante (APF) de um servidor contratado do Departamento Estadual de Trânsito do Tocantins (Detran-TO) pela prática de corrupção passiva. O servidor em questão foi conduzido pela equipe do Núcleo de Inteligência do Detran-TO até à Central, onde foi lavrado o APF depois de cobrar vantagens indevidas para iniciar processos no setor de veículos do Detran.

Conforme apurado, a corrupção por parte do servidor foi descoberta porque um agente do Núcleo de Inteligência presenciou o momento em que um homem, ao sair de perto de outros, um que estava em pé e o outro sentado, disse que não pagaria nada a nenhum “malandro” para ter suas questões no Detran-TO resolvidas. Ao ouvir isso, o agente se aproximou dos outros dois homens e percebeu que o que estava em pé pegou uma pasta das mãos do que estava sentado. Ao perceber do que se tratava e que o homem em pé era servidor do órgão, o agente deu voz de prisão a ele.

No desenrolar dos fatos, o subornado relatou que estava na fila quando o homem, que ele não sabia ser servidor do órgão, se aproximou e disse que poderia agilizar a transferência que ele precisava desde que ele pagasse a quantia de R$ 50,00. Assegurou ainda que seria mais em conta dos que os despachantes cobram e que seria bem mais rápido também.

Alerta

O Detran-TO alerta aos usuários que ato suspeito ou criminoso deve ser reportado para que as devidas providências sejam tomadas. A atual gestão reafirma não compactuar com tais práticas criminosas e tem o compromisso de seguir as normas e leis estabelecidas.

Continue lendo
publicidade Bronze