Connect with us

Tocantins

Ações de defesa agropecuária animal e vegetal fortalecem o setor no TO

Publicado

em

O ano de 2019 será marcado para a defesa agropecuária tocantinense como o ano de avanços e conquistas que permitirão à cadeia produtiva buscar novos mercados, por meio do início da retirada da vacina contra febre aftosa e da consolidação da produção de soja dentro de uma janela de plantio segura que diminui os impactos da presença da ferrugem asiática no Estado. As conquistas sinalizam o crescimento e desenvolvimento do Tocantins.

Visando facilitar o acesso dos produtores rurais aos serviços oferecidos pela Agência de Defesa Agropecuária do Tocantins (Adapec), o Governo do Estado investiu na interligação de todas as unidades da agência, que propiciou, entre outras, a emissão da Guia de Trânsito Animal (e-GTA), beneficiando mais de 56 mil pecuaristas. Além disso, melhorou a estrutura com aquisição de novos computadores, impressoras e mil cadeiras, contemplando todas as unidades do órgão.

“Avaliamos que este foi um ano produtivo para a defesa agropecuária, graças aos esforços do Governo do Estado, dos nossos servidores e, sobretudo, dos produtores rurais”, ressalta o presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, que destaca ainda que foi dado o primeiro passo para a retirada da vacinação contra febre aftosa, com a redução da dose da vacina de 5 ml para 2 ml. “O produtor rapidamente compreendeu e nos deu índices altíssimos de cobertura vacinal, provando que são nossos parceiros em busca da evolução da condição sanitária,” frisa Alberto Mendes.

Defesa animal

Em busca da consolidação da retirada da vacina contra febre aftosa, o Tocantins alcançou na primeira etapa da campanha, em maio, um índice de 99,13 % dos bovídeos vacinados. Na Agulha Oficial, na Ilha do Bananal, com apoio de equipes das agências de Goiás e Mato Grosso, nos meses de agosto e setembro, foram vacinados 116.796 mil animais.

“Mantivemos o controle de doenças que afetam os animais, como a brucelose, onde foi vacinado mais de 95% do rebanho das bovídeas, entre 3 e 8 meses de idade, e o controle da raiva dos herbívoros, que é referência para a região Norte,” ressalta o diretor de Defesa, Inspeção e Sanidade Animal, Márcio Rezende, acrescentando que o trabalho realizado em todos os programas sanitários da agência são fundamentais e estratégicos para o setor agropecuário do Estado.

A Peste Suína Clássica (PSC) ganhou atenção especial após surgimento de casos da doença em estados vizinhos ao Tocantins, sendo reforçadas as vigilâncias nas barreiras fixas e volantes e realizado um inquérito soroepidemiológico em 74 criatórios de suínos de 19 municípios, com 720 suínos examinados. Também foi feito monitoramento em granjas comerciais de suínos, atestando assim, que o Tocantins continua zona livre da PSC.

Foram realizadas 9.845 vigilâncias epidemiológicas em propriedades rurais, atendendo notificações de doenças de rebanhos e realizando vigilâncias ativas e passivas nas propriedades, com o objetivo de impedir o ingresso, prevenir, controlar e/ou erradicar doenças dos animais de produção. Também foram realizadas 873 fiscalizações em eventos agropecuários e 37.687 fiscalizações em postos fixos e volantes.

O produtor rural José Almir Oliveira, proprietário da Fazenda Nova, no município de Palmas, aprova o trabalho da Adapec com os produtores rurais. “Tenho criações de bovinos e equinos e em todas as ocasiões que necessitei dos serviços da Agência sempre fui bem atendido, seja no escritório ou na minha propriedade, por isso, destaco a importância deste órgão para o controle das doenças que afetam os rebanhos,” ressalta o produtor.

Inspeção animal

Em defesa da produção e industrialização de produtos inspecionados e com qualidade, a Adapec realizou em 2019 um amplo trabalho de combate a produtos clandestinos e incentivos a produção legal. Prova disso é que até novembro deste ano os seis frigoríficos cadastrados no Serviço de Inspeção Estadual (SIE), abateram, em média, 70 mil cabeças de bovídeos, totalizando um total de 15 mil toneladas de carne, numa movimentação financeira de aproximadamente R$ 170 milhões.

Já as 14 indústrias de lácteos registradas no SIE recepcionaram em matéria-prima de leite, até outubro, uma média de 17 milhões de litros que foram industrializados sob a inspeção da Adapec.

O Sistema Brasileiro de Inspeção (Sisbi) tornou-se uma realidade e atualmente são cinco empresas com adesão ao sistema, habilitadas a comercializar seus produtos para todas as unidades federativas do Brasil.

Defesa Vegetal

O Tocantins cultivou na última safra mais de um milhão de hectares de soja. A Adapec garantiu nesta área o monitoramento constante de pragas, como a ferrugem asiática, atestando assim, a qualidade da soja tocantinense. Para garantir a excepcionalidade na produção de sementes, dentro do período de vazio sanitário, também foi executado nas várzeas tropicais 806 fiscalizações de pragas, em 114 propriedades.

“Fazemos um rígido controle de fiscalização de pragas que podem afetar o patrimônio fitossanitário, desde a propriedade até o transporte”, ressalta o diretor de Defesa, Inspeção e Sanidade Vegetal, Alex Sandro Arruda. Este ano, foram intensificadas as fiscalizações para praga quarentenária ausente como o Cancro Cítrico. No controle da Mosca da Carambola foram 1,9 mil fiscalizações em 100 armadilhas distribuídas em todo Estado.

No Projeto de Recebimento Itinerante de embalagens vazias de agrotóxicos, que percorreu 17 municípios, foram beneficiados diretamente mais de 600 produtores, com um volume de aproximadamente 25 mil embalagens devolvidas.

Educação sanitária

Para levar informações aos produtores rurais e ao público em geral, foram realizadas 696 palestras em defesa agropecuária atingindo um público de aproximadamente 12 mil pessoas. Também foram realizados cursos de capacitação e aperfeiçoamento para mais de 300 servidores da Adapec. (Welcton de Oliveira/Foto: Delfino Miranda)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Tocantins terá novo Decreto nesta sexta, flexibilizando medidas anti-Covid-19

Publicado

em

Desde março, o Tocantins obteve uma redução de mais de 30% nas internações em leitos clínicos e em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), exclusivos para o tratamento da Covid-19. Além disso, as filas de espera estão zeradas e mais leitos serão ampliados em Paraíso do Tocantins e em Gurupi. Diante desse cenário, o governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, apresentou na tarde desta quinta-feira, 13, na reunião do Comitê de Crise de Combate e Prevenção à Covid-19, algumas medidas que visam à retomada gradual de atividades no Estado.

Foram discutidos o retorno das aulas nas redes públicas e privadas, das atividades comerciais, o funcionamento do serviço público e o retorno das aulas práticas de direção. O novo decreto será publicado no Diário Oficial do Estado (DOE) desta sexta-feira, 14.

Os eventos públicos e privados seguem vedados. O retorno das atividades presenciais no serviço público estadual será feito com a estratégia de revezamento a fim de reduzir o fluxo de servidores. A retomada das aulas presenciais deve seguir todas as normas sanitárias recomendadas pelo Ministério da Saúde e pela Organização Mundial da Saúde (OMS), além do protocolo elaborado pelo Governo do Tocantins.

Os bares e os restaurantes são o último eixo dos serviços não essenciais que permaneceram apenas no delivery, porém, será permitido o funcionamento observando todos os protocolos de higiene e a ampliação dos horários de atendimento.

O governador Mauro Carlesse afirmou que as medidas não são um afrouxamento, pois a fiscalização para evitar aglomerações será reforçada. “Não vamos afrouxar, vamos apertar mais ainda. Precisamos de toda a força, principalmente agora. Vamos retomando aos poucos as atividades normais que o Estado precisa. Sei da dificuldade e do custo disso. Mas peço que todas as nossas forças de segurança sejam firmes com essas aglomerações que não são permitidas. Neste momento, peço que continuem [a não aglomerar] mais um pouco. Esse sacrifício nós vamos fazer”, afirmou o Chefe do Executivo.

Retorno do trabalho presencial 

O secretário-chefe da Casa Civil, Rolf Vidal, explicou que para o retorno das atividades do serviço público será mantida a jornada de 6 horas, com divisão de equipes para evitar aglomeração. “No serviço público, teremos o retorno das atividades presenciais, com a jornada de 6 horas, para que as pastas funcionem normalmente e haja o retorno do atendimento ao público. Porém, obedecendo as medidas de distanciamento, proteção e higiene, e ainda existe a possibilidade da adoção da estratégia de revezamento, fazendo com que as secretarias que optarem por essa situação, tenham dois turnos de serviço”, pontuou.

Retomada das aulas presenciais 

A secretária de Estado da Educação, Juventude e Esportes, Adriana Aguiar, destacou que mais de 3,5 mil professores do Estado já estão vacinados por serem idosos acima de 60 anos, indígenas ou se declararem com comorbidades. A expectativa é de que, com o avanço da vacinação do Estado, mais profissionais da Educação sejam imunizados.

A titular da Seduc ainda destacou que o retorno das aulas presenciais será de modo gradual e com 50% da capacidade das salas de aulas. “As escolas estão preparadas com EPIs [Equipamentos de Proteção Individual], com toda organização do ambiente e seguindo todos os protocolos de segurança. Os profissionais passaram por formação continuada. [O retorno às aulas] é desejo das famílias, dos pais e estamos em um momento favorável. Para manter o distanciamento, voltaremos com aquele formato de 50% com rotatividade para garantirmos o distanciamento. Estou muito otimista e acredito que estamos no caminho”, explicou a gestora.

Justificativa 

O secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini, informou que não há filas de pacientes esperando por leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e leitos clínicos. “E continuamos investindo e ampliando. Na terça-feira, 11, estivemos com o ministro da Saúde [Marcelo Queiroga] que nos recebeu e reconheceu que o Estado fez bom uso das verbas públicas”, destacou o secretário.

Nesta quinta-feira, 13, o Tocantins registrou 378 pacientes internados. Houve uma ampliação de 10 leitos em Porto Nacional e, em aproximadamente 15 dias, serão implantados mais 20 leitos no Hospital Geral de Gurupi e 20 leitos em Paraíso do Tocantins, contratualizados com a iniciativa privada. “O Estado vai fazer com que haja leitos cada vez mais próximos da sua cidade, para que o cidadão se desloque menos, usando menos UTIs terrestres ou aéreas, que tiveram um acréscimo muito grande nesses últimos 60 dias”, complementou o secretário Edgar Tollini.

Presença

Também estavam presentes na videoconferência do Comitê de Crise, o presidente do Tribunal de Justiça, João Rigo Guimarães; o procurador-geral de Justiça, Luciano Casaroti; o defensor Freddy Solórzano, representando a defensora pública-geral Estellamaris Postal; e os secretários Executivo da Governadoria, Divino Allan; da Comunicação, Élcio Mendes; Extraordinário de Assuntos Parlamentares, José Humberto; comandante-geral da Polícia Militar, coronel Júlio Silva Neto; comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Reginaldo Leandro; da Fazenda, Sandro Armando; o chefe de gabinete do governador, Sebastião Albuquerque; o secretário de Estado da Indústria, Comércio e Serviços, Tom Lyra; e a deputada Valderez Castelo Branco, representando o presidente da Assembleia Legislativa do Tocantins, Antonio Andrade. (Brener Nunes)

Continue lendo

Tocantins

Tocantins disponibiliza formulário para prestação de contas da Lei Aldir Blanc

Publicado

em

O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Economia Criativa (Adetuc), já disponibiliza, no site da Adetuc, o formulário para prestação de contas dos premiados com recursos recebidos da Lei Aldir Blanc, de nº 14.017. O documento pode ser acessado na plataforma do Mapa da Cultura (http://mapa.cultura.to.gov.br), na aba Oportunidades.

Obrigatória, a prestação de contas demonstra e comprova a execução do projeto contemplado, por meio de relatórios, declarações, vídeos e registros fotográficos. A comprovação da execução financeira e da utilização adequada do recurso público é feita por meio de documentação fiscal. O prazo final para execução de todos os projetos é 15 de novembro e a entrega do formulário final deve ser feita até o dia 15 de dezembro.

“A prestação de contas garante transparência e legalidade tanto para os proponentes dos projetos quanto para o Governo do Estado”, ressalta o presidente da Adetuc, Jairo Mariano, enfatizando o empenho da gestão Mauro Carlesse na aplicação destes recursos.

Em caso de dúvida, os proponentes poderão recorrer às oficinas sobre prestação de contas, disponíveis no canal do Youtube da Adetuc; à cartilha publicada no site www.adetuc.to.gov.br, ou ainda pelos canais de atendimento direto, via  WhatsApp (63 99294-4721) e e-mail ([email protected]).

Pela Lei Aldir Blanc, no Tocantins, foram premiados 382 projetos de iniciativas culturais, distribuídos em 13 editais emergenciais de fomento à cultura, totalizando a execução de R$ 17.330.850,46, compreendendo 94% do valor repassado ao Estado. Os projetos contemplados foram dos segmentos de música, artes visuais e cênicas, literatura, audiovisual, áreas técnicas, além de cultura tradicional popular e urbana.

Continue lendo

Tocantins

Tocantins recebe mais 25.450 doses de vacinas contra a Covid-19 nesta sexta, 14

Publicado

em

Mais uma remessa de vacinas contra a Covid-19 chega ao Tocantins na madrugada desta sexta-feira, 14. Serão enviadas ao Estado, pelo Ministério da Saúde (MS), 25.450 doses de imunizantes, sendo 14,2 mil da CoronaVac e 11.250 da vacina AstraZeneca.

A nova remessa faz parte da 21ª pauta de distribuição da Campanha Nacional de Vacinação Contra a Covid-19. O público-alvo é a população com deficiência permanente ou comorbidades, gestantes e puérperas e, ainda, pessoas com 65 a 69 anos que já receberam a primeira dose.

Os imunizantes serão levados para a Gerência Estadual de Imunização, em Palmas, onde passarão por conferência e, posteriormente, serão distribuídos aos municípios tocantinenses.

“Estamos avançando e conseguindo reduzir os números de internações e mortes em decorrência da Covid-19 no Tocantins. A vacinação é extremamente importante neste momento”, enfatiza o secretário de Estado da Saúde, Edgar Tollini. (Mariana Ferreira)

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze