Connect with us

Tocantins

Agência de Fomento do Tocantins disponibiliza crédito de até R$ 6 para pequenos produtores de leite

Publicado

em

A presidente da Fomento, Denise Rocha, afirmou que o programa facilita o acesso dos produtores rurais de leite ao crédito

O Governo do Tocantins, por meio da Agência de Fomento, disponibiliza a partir desta segunda-feira, 29, o programa Mais Leite, Mais Renda, direcionado a atender, especialmente, os pequenos produtores rurais de leite que tiveram sua produção afetada pela importação de leite em pó, pelo Governo Federal e pela crise causada pela pandemia do novo Coronavírus, que ocasionou a redução do consumo de leite. Os interessados podem solicitar de R$ 1 mil a R$ 6 mil, com taxas de juro de 0,33% ao mês (cerca de 4% ao ano), para quem não tem restrição e de acordo com a análise de crédito, e de, 0,41% ao mês (cerca de 5% ao ano), para produtores com restrição.

A linha especial da Agência de Fomento do Tocantins tem o objetivo de viabilizar recursos em diversas modalidades de investimento e custeio, além de impulsionar e manter o crescimento dos pequenos produtores. A Fomento tem como parceiros nesta iniciativa, a Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Aquicultura (Seagro) e o Instituto de Desenvolvimento Rural do Tocantins (Ruraltins).

A presidente da Agência de Fomento, Denise Rocha, destaca que o programa facilita o acesso dos produtores ao crédito. “Devido à grande dificuldade enfrentada pelos pequenos produtores de leite, que não têm acesso facilitado ao crédito em outras instituições, esse recurso vem para facilitar, por isso o governador Mauro Carlesse determinou à Fomento, a criação de uma linha mais simples e com juros subsidiados, que iremos atender pelo FDES/TO [Fundo de Desenvolvimento Econômico e Sustentável do Tocantins], com taxas de 0,33% e 0,41% ao mês. Esse recurso que o Governo do Tocantins está liberando vai ajudar muito os produtores, que podem investir em algum equipamento que precise como um triturador, uma ordenha, uma capineira ou até mesmo em ração, mineral, silagem, algo nesse sentido”, informa.

Oportunidade para investir

O titular da Seagro, Jaime Café, explica que a produção de leite no Tocantins atravessa um período difícil. “Devido ao alto custo da produção, que sofre impacto direto com os altos preços da soja e do milho, essenciais para a produção leiteira, somada ao aumento da importação de leite, via governo federal, e à pandemia que provocou redução no consumo. Então, esse recurso chega no momento ideal, no qual o produtor está tendo custos altos para produção e vendendo seu leite com valor muito baixo. Vai fortalecer ainda, sua produção rural, pois tendo uma produção forte, vai conseguir enfrentar de forma menos traumática qualquer crise”, ressalta.

O presidente do Ruraltins, Fabiano Miranda, acrescenta que a linha de crédito, com subsídio do Governo do Tocantins, fortalece o setor. “A proposta de criação de uma linha de crédito, voltada para a cadeia produtiva do leite no Estado, vem para dar um alívio ao produtor rural e fortalecer o setor. Com menos burocracia e juros baixos, será possível organizar os custos da produção e alavancar o setor, tão afetado por essa crise nacional. E a equipe técnica do Ruraltins se coloca à disposição para auxiliar o produtor, no que estiver ao nosso alcance, para garantir que esse recurso chegue e seja aplicado da melhor forma possível, impulsionando e fortalecendo a pecuária leiteira tocantinense”, garante.

Como acessar o crédito

Os interessados podem solicitar, o valor mínimo de R$ 1 mil e o máximo de R$ 6 mil, de acordo com a análise de crédito e a modalidade de financiamento. O prazo de pagamento é de até 30 meses, inclusos os seis meses de carência.

Para isso, devem comprovar a atividade apresentando os documentos listados abaixo: declaração do laticínio; documentação dos órgãos públicos ou privados que certifiquem ser produtores de leite; Nota Fiscal do Laticínio; e possuir até quatro módulos fiscais, que correspondem até 320 hectares. A documentação deve ser anexada com o formulário no site http://www.fomento.to.gov.br.

A Agência de Fomento do Tocantins, em Palmas, está com os atendimentos presenciais suspensos, mas atende das 12 às 18 horas, por meio dos telefones (63) 3220-9800/ 3220-9813/ 3220-9814/ 3220-9826, pelo WhatsApp (63) 99993-7016/ 99277-5147, ou no e-mail: http://[email protected]. (Brener Nunes e Vania Machado)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Tocantins

Ex-deputado Edmundo Galdino morre aos 62 anos

Publicado

em

O ex-deputado federal Edmundo Galdino da Silva morreu nesta quinta-feira (22) em Araguaína, no norte do estado, após sofrer uma parada cardíaca. Segundo a família, ele estava internado há 10 dias em um hospital particular da cidade, onde tratava problemas renais.

Edmundo Galdino nasceu em Filadélfia e morava em Araguaína. Ele atuou como político por mais de 10 anos, entre 1982 e 1996.

A irmã de Galdino, Maria do Rosário Matos da Silva, disse que “ele foi um homem forte, que veio de uma família de poucos recursos, mas conseguiu alçar grandes voos”.

Várias autoridades e políticos publicaram notas de pesar e lamentaram a morte de Galdino.

O velório será realizado em Araguaína. Por causa da pandemia da Covid-19, a cerimônia vai ser restrita à família. Nesta sexta-feira (23), a partir de 9h, haverá um cortejo saindo do Jardim Filadélfia até o cemitério São Lázaro, onde será o enterro.

Edmundo Galdino começou a carreira política em 1982, quando foi eleito vereador de Araguaína. Depois foi deputado estadual, pelo então estado de Goiás, e após a criação do Tocantins foi eleito deputado federal, atuando em questões agrárias, deixando a função apenas em 1996.

Ao longo de vários anos Galdino também foi presidente da Agência Tocantinense de Saneamento (ATS) e diretor do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) no Tocantins. (G1)

Continue lendo

Tocantins

COLINAS: Equipes da BRK Ambiental realizam nesta sexta, 23, melhorias no sistema de abastecimento

Publicado

em

Na próxima sexta-feira (23), as equipes da BRK Ambiental realizam melhorias estruturais no Reservatório Apoiado (RAP) 001, que integra o sistema de abastecimento de água de Colinas do Tocantins. Os trabalhos têm o objetivo de garantir mais qualidade e segurança no fornecimento de água para o município.

Os trabalhos terão início às 06h da manhã, neste horário o serviço de distribuição de água será interrompido para os bairros: Oeste, Novo Planalto, Alvorada, Novo Horizonte, Araguaia I e II, Recanto do bosque, Aeroporto I, II e Vila São João.

A conclusão das obras deve ocorrer poucas horas depois, até o meio-dia. Com o término, a retomada do abastecimento será gradual, das regiões mais baixas para as mais altas.

O engenheiro da BRK Ambiental em Colinas do Tocantins, Felipe Lisboa, recomenda que os moradores economizem água até que o abastecimento esteja restabelecido. “Recomendamos que os moradores dessas áreas adiem atividades que demandam maior consumo, como a lavagem de roupas, irrigação de plantas, lavagem de pátios e carros, por exemplo. Desse modo, a água do reservatório do lar pode suprir a demanda para uso essencial nesse período”, explica.
O cliente que precisar de mais informações sobre o status dos trabalhos, poderá entrar em contato com a concessionária pelo telefone 0800 6440 195 ou WhatsApp (11) 99988-0001.

Continue lendo

Tocantins

Tocantins decreta ponto facultativo nos dias 22 e 23 de abril

Publicado

em

O governador do Estado do Tocantins, Mauro Carlesse, decidiu decretar ponto facultativo nos dias 22 e 23 de abril de 2021 (quinta e sexta-feira), considerando os dados constantes do 401º Boletim Epidemiológico da Covid-19 no Tocantins, desta terça-feira, 20, que, mesmo indicando a tendência de redução, ainda apresenta número elevado de casos confirmados da doença. A medida foi publicada na edição de hoje (20) do Diário Oficial (DOE).

A decisão foi tomada em razão do feriado de Tiradentes celebrado nesta quarta-feira, 21. Conforme o Decreto, cabe aos dirigentes dos órgãos e entidades a preservação e o funcionamento dos serviços essenciais relativos às respectivas áreas de competência.

“Precisamos controlar a circulação de pessoas nas ruas e para isso nós estamos colocando em prática mais essa medida que visa conter o coronavírus. Pedimos que as pessoas que puderem fiquem em casa e se protejam. Essa doença é grave, os hospitais estão com muitos pacientes internados e o nosso país tem registrado um grande número de mortos por causa desse vírus. Vamos nos proteger e proteger também quem a gente gosta”, destacou o governador Mauro Carlesse.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze