Connect with us

Bico do Papagaio

AGUIARNÓPOLIS: Fim do abate deixa frigorífico Asa Norte inoperante

Publicado

em

Pátios vazios, máquinas e linhas de produção paradas e quase nenhum funcionário trabalhando. Esta é realidade atual na Asa Norte Alimentos, empresa localizada em Aguiarnópolis, a 488 quilômetros de Palmas, Extremo Norte do Estado, que em 2009 planejava ampliar o abate de frangos e entrar no mercado internacional. Hoje, a empresa mantém em funcionamento apenas a fábrica de rações e a criação de aves vivas. Quando começou a operar na cidade, trabalhavam no complexo 410 trabalhadores. Ao interromper o abate, no último dia 30, restaram no frigorífico somente 120 funcionários na parte administrativa e de serviços gerais. Os demais foram demitidos ou cumprem aviso prévio. Se depender do crédito oficial para o ritmo de produção ser retomado, a empresa continuará sem abater aves.

Diretor-superintendente da empresa Heber Silva lembra que o frigorífico planejava começar a exportar para o Oriente Médio e a Ásia já em 2010. Agora, 300 pessoas foram demitidas e outras tantas estão cumprindo aviso prévio até o próximo dia 20. “Nós suspendemos as operação em função da demora do governo em asfaltar o acesso e o pátio da empresa, o que fez com que nossa licença para exportação, concedida pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), tivesse um caráter temporário. Isso nos impediu de fechar contratos de exportação consistentes. Outra situação que também motivou essa decisão foi a suspensão de empréstimos para construção de novas granjas, o que limitou a produção do abatedouro em até 38 mil aves/dia, o que significava apenas 25% da nossa capacidade de produção”, relata.

A Asa Norte Alimentos inaugurou sua planta em Aguiarnópolis em maio de 2007, num investimento de aproximadamente R$ 100 milhões. O então governador Marcelo Miranda (PMDB) se comprometeu, na ocasião, a pavimentar o acesso e o pátio do frigorífico, distante poucos quilômetros da rodovia TO-126. O investimento foi financiado pelo Banco da Amazônia, que suspendeu o crédito em julho de 2009. “Isso comprometeu o aumento da produção de aves dos pequenos produtores da região, responsáveis pela mão de obra, criação de pintos e pelas granjas”, lamenta Silva.

Banco

Por telefone, a superintendente do Banco da Amazônia no Tocantins, Marisa Maracaípe, informou que a instituição já contribuiu suficientemente com a Asa Norte Alimentos, financiando parte da planta industrial e do capital de giro. “Portanto, o banco não disponibilizará mais recursos para a empresa”, afirma. Quanto ao financiamento dos pequenos produtores que fornecem matéria prima para o frigorífico, Marisa disse que foi suspenso porque o mercado não está favorável a essa cadeia produtiva. “O banco está realizando um prognóstico do mercado e avaliando a viabilidade do negócio. Foi dado um prazo de 180 dias para que nos pronunciássemos e ele termina no final do mês. Ainda não sabemos se o prazo será estendido ou se a resposta será positiva ou negativa para o setor”, pontua.

De acordo com a direção da Asa Norte, a empresa teria capacidade de abater até 150 mil aves/dia. Mesmo abatendo apenas 25% desse total, seus produtos eram exportados para os mercados maranhense, paraense e piauiense e vendidos, em média, de R$ 2,00 a R$ 2,20 o quilo do frango. Silva diz que se a situação for resolvida, a empresa pretende voltar a operar na região. “Se o governo do Estado cumprir sua promessa e o Banco da Amazônia liberar crédito, esperamos conseguir uma nova licença para exportação e todos os funcionários demitidos deverão ser recontratados. Se continuar como está, o grupo pretende enviar todo o frango vivo para ser abatido no frigorífico de Paraíso do Tocantins, como já estamos fazendo”, declarou o diretor-superintendente.

A assessoria de comunicação do Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Tocantins (Dertins) informou que o trecho de acesso ao Frigorífico Asa Norte Alimentos será asfaltado assim que passar o período chuvoso. “No momento, o projeto de pavimentação do referido trecho está em fase de elaboração”, diz. O Jornal do Tocantins tentou contato também com as Secretarias Estaduais de Infraestrutura (Seinfo) e de Indústria e Comércio (SIC), para que se posicionassem sobre o impasse, mas até o fechamento desta edição não obteve retorno. (Webweson Dias – JT)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
5 Comments

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Nesta sexta tem vacinação drive-thru de 2ª dose para 60 anos

Publicado

em

Nesta Sexta, 30, acontece na Praça da Rodoviária, o drive-thru de vacinação 2º dose para público de 60 anos ou mais. É necessário ser residente em Araguatins, levar cartão de vacina, CPF, RG e comprovante de residência.

A ação começa às 8h e vai até às 13h30.

Continue lendo

Bico do Papagaio

ARAGUATINS: Conferência Municipal de Assistência Social é marcada para agosto

Publicado

em

A Conferência Municipal de Assistência Social, de Araguatins, no Bico do Papagaio, será realizada no dia 26 de agosto, com a proposta de ampliar as discussões acerca da proteção social e do enfrentamento às desigualdades. O evento acontecerá no auditório da Câmara Municipal.

Com o tema “Assistência Social: direito do povo e dever do estado, com financiamento público, para enfrentar as desigualdades e garantir proteção social”, o encontro irá debater questões importantes voltadas à assistência social.


O encontro é organizado pelo Conselho Municipal de Assistência Social, em conjunto com a Secretaria de Desenvolvimento Social e Habitação (SEDESH).

A Conferência Municipal antecede a estadual e nacional, envolvendo a mobilização de setores da sociedade civil e a intersetorialidade. No encontro municipal também serão eleitos os delegados que representarão o município em eventos posteriores.

Continue lendo

Bico do Papagaio

Biquense Agnaldo Boiadeiro se filia no PDT e vai concorrer a deputado

Publicado

em

O biquense Agnaldo Boiadeiro se filiou no PDT, que olho em disputar uma cadeira na Assembleia Legislativa em 2022. Ele tem base política no Bico do Papagaio e Palmas.

Jairo Mariano presidente estadual do PDT, deu as boas vindas a Boiadeiro, e reforçou que o partido está se fortalecendo com a adesão de muitas lideranças importantes. “Temos pessoas realmente comprometidas com o futuro do nosso Estado, e este é o nosso objetivo comum”, afirmou.

Continue lendo
publicidade
publicidade Bronze