Connect with us

Bico do Papagaio

ANANÁS: Defensoria recomenda que respirador sem uso seja cedido ao Hospital de Araguaína

Publicado

em

Em sua atuação frente ao novo coronavírus e pela garantia do direito de todos (as) ao acesso à saúde, a Defensoria Pública do Estado do Tocantins (DPE-TO) identificou em Ananás, no Bico do Papagaio, um aparelho respirador sem utilização até o momento. Por ser um aparelho estratégico no tratamento de pessoas com coronavírus (Covid-19), a Defensoria Pública recomendou ao Município que ceda o respirador ao Hospital Regional de Araguaína (HRA).

A iniciativa dessa atuação é do defensor público Sandro Ferreira. Em Ofício encaminhado ao Município, ele explica que a cessão seria a título de empréstimo pelo período de seis meses. Ele também destaca que o equipamento está inativo, e, em Araguaína, poderá ser utilizado no tratamento de pacientes de Covid-19. “É um equipamento que neste momento não atende nenhum paciente – e nem poderia atender pela atual estrutura e perfil do hospital em que está armazenado. Por outro lado, esse mesmo equipamento pode em Araguaína significar mais um leito com estrutura similar de UTI, mais uma chance de vida para os nossos pacientes graves”, disse o Defensor.  

A proposta é viável tendo em vista que o Hospital Municipal de Ananás não suporta o atendimento a possíveis vítimas de Covid-19 em estado grave, o que foi relatado pela própria unidade hospitalar, ao passo que o HRA já tem pacientes da doença e com o fluxo em curva crescente desde o registro do novo coronavírus na cidade.

A Direção do Hospital Regional de Araguaína está ciente da solicitação e manifestou ao Defensor Público que o respirador será utilizado imediatamente, caso venha a ser cedido. De acordo com Sandro Ferreira, precisamos unir esforços para urgentemente aumentar a estrutura de leitos em Araguaína, especialmente os destinados a pacientes graves, A cidade é referência na região norte do Estado e sofre hoje um aumento crescente no número de casos e na utilização de leitos, inclusive de UTI.

Respiradores


Os equipamentos não são utilizados para o combate ao novo coronavírus diretamente, mas como estratégia no tratamento para que os pacientes com insuficiência respiratória consigam respirar.

Não são todos os casos de internação por Covid-19 que os respiradores são necessários, porém, nas situações em que a pessoa apresenta grande dificuldade para inspirar e expirar, os equipamentos são fundamentais e podem representar sucesso no tratamento.

Conforme informações da Secretaria Estadual da Saúde divulgadas no início deste mês, os hospitais públicos do Tocantins possuem 223 respiradores em funcionamento. Já dados nacionais apontam que a rede pública no País tem 46,7 mil desses equipamentos.

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Vereadores suspeitos de receberem propina vão permanecer no cargo até STJ analisar caso

Publicado

em

Com a decisão desta quarta, dia 3, do presidente do Tribunal de Justiça do Tocantins, desembargador Helvécio de Brito Maia Neto, que determinou por meio de liminar, o retorno ao cargo os vereador de Augustinópolis, cassados, investigados por suposto recebimento de propina, o desenrolar da situação só será decidida no Superior Tribunal de Justiça (STJ).

O desembargador, em sua decisão, determinou que a medida vale até que o STJ julgue toda a questão de forma mais ampla. Isso ainda não tem data para acontecer.

Os parlamentares são suspeitos de receber propina para aprovar projetos de interesse da Prefeitura e foram alvo da Polícia Civil durante a operação Perfídia, no começo de 2019.

Maia Neto entendeu que como ainda não houve condenação dos parlamentares no processo não há justificativa para o afastamento deles das funções por tanto tempo. Disse ainda que há risco de danos irreversíveis aos vereadores, já que eles estão impedidos de exercer os mandatos para os quais foram eleitos.

Continue lendo

Bico do Papagaio

AUGUSTINÓPOLIS: Foragido com mandado de prisão aberto pela Justiça de Goiás é preso

Publicado

em

Um homem de 27 anos, acabou sendo preso na manhã de quarta-feira, 03, em Augustinópolis, no Bico do Papagaio, por força de um mandado de prisão expedido pela Justiça da cidade de Cachoeira de Goiás-GO. A guarnição da Policia Militar do 9º Batalhão da PM realizava patrulhamento pela cidade quando deparou com o autor em atitude suspeita assim que avistou a viatura da PM.

O indivíduo conduzia uma motocicleta Honda Biz quando foi interceptado e abordado pela guarnição. Junto ao sistema de consultas os policiais constataram que havia o mandado de prisão em aberto contra o acusado. 

O autor relatou a equipe de policiais militares que também já havia sido preso por crime de roubo praticado em Axixá do Tocantins.

O indivíduo foi conduzido para a Central de Flagrantes para as demais providências a serem tomadas. (Ascom 9 BPM)

Continue lendo

Bico do Papagaio

TOCANTINÓPOLIS: Homem é preso por posse irregular espingarda bate-bucha

Publicado

em

Nesta quarta-feira, 03, a PM deteve um homem de 24 anos por posse irregular de arma de fogo em Tocantinópolis. Com ele foi apreendida uma espingarda tipo bate-bucha e uma caixa de espoleta.

Durante patrulhamentos, os policiais miltiares receberam uma denúncia de que um homem estava comercializando drogas pela cidade numa motocicleta preta. Imediatamente e equipe da PM começou a diligenciar no sentido de localizar o autor. Minutos depois, localizaram uma pessoa numa motocicleta preta com características semelhantes com o suspeito.

A viatura se aproximou e determinou que o condutor parasse o veículo e após busca pessoal no condutor não foi localizado nenhum entorpecente, entretanto, foi localizada uma caixa de espoleta para cartucho. Após a localização da espoleta, o acusado informou aos policiais militares que possuíam uma arma de fogo de fabricação caseira, tipo bate bucha, em sua residência. Os policiais deslocaram-se até a residência do acusado no povoado Genipapo onde foi localizada a arma.

Diante dos fatos, o autorrecebeu voz de prisão e foi conduzido a Delegacia de Polícia Civil em Tocantinópolis, para os procedimentos legais juntamente com a arma e as espoletas.

Continue lendo
publicidade