Connect with us

Pará

ANANINDEUA: Crianças internadas no Metropolitano participam de oficina de máscaras de carnaval

Publicado

em

Animado, Luiz Guilherme contou com a ajuda da mãe durante a oficina.

O pequeno Luiz Guilherme, de apenas quatro anos, acabou se acidentando em uma corrente de moto no município paraense de Viseu. Ele está sendo tratado no Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), em Ananindeua, referência em traumas no Pará.

Brincalhão, o menino foi um dos participantes da “Oficina de Máscara de Carnaval” realizada na manhã desta terça-feira, 16, no Hospital Metropolitano. “Ele ficou bem animado, pois ele ama Carnaval, né?”, admite a mãe, Maria Cleiciane.

A oficina de confecção de máscaras carnavalescas foi idealizada como atividade lúdica para os pacientes internados no HMUE. A atividade foi realizada com crianças da Unidade de Internação Pediátrica (UIPedi).

Para que a oficina ocorresse com total segurança no atual momento da pandemia, todos os cuidados foram promovidos e respeitando as orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Criatividade na hora de produzir a máscara de carnaval.

“Todos participaram usando máscaras, não a de Carnaval, mas a de proteção contra o coronavírus. O ambiente foi todo higienizado e o uso de álcool em gel foi obrigatório”, explicou Natalia Failache, coordenadora de humanização.

Após a confecção das máscaras, as crianças irão participar de um desfile com suas respectivas criações. A atividade é alusiva ao mês de fevereiro, mês tradicional de festas do Carnaval em todo o Brasil.

Humanização

A ação é uma forma de descontração para os pacientes mirins, promovendo bem-estar, promoção da qualidade de vida, humanização e sustentabilidade, pilares da gestão da Pró-Saúde, entidade filantrópica com mais de 50 anos de história, que administra o HMUE, sob contrato de gestão com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa).

De acordo com a psicóloga Elzelis Santiago, a oficina gera benefícios para a criança e, sobretudo, é possível trabalhar temas atuais, como a proteção contra o vírus que ainda tem feito muitas vítimas em todo mundo.

A oficina contou com a presença de crianças do Hospital Metropolitano.

A psicóloga explica ainda que as atividades propostas pelo Metropolitano auxiliam no tratamento e recuperação. “Geralmente, os atendimentos hospitalares acabam causando estresse para os pacientes, principalmente para as crianças”, pontuou.

‘Buscamos alternativas, por exemplo, para ajudar na superação do medo, aumentar a confiança e fortalecer a musculatura, a coordenação motora e as articulações”, complementa a psicóloga.

O Hospital Metropolitano, que pertence ao Governo do Pará e presta atendimento 100% gratuito pelo Sistema Único de Saúde (SUS). A unidade possui uma ala exclusiva para o atendimento de crianças vítimas de traumas e/ou queimaduras. (Comunicação / HMUE)

publicidade
FAÇA UM COMENTÁRIO
Atenção: Os comentários aqui publicados são de responsabilidade dos usuários e não representam a opinião do Jornal. Se achar algo que viole ou fira sua honra pessoal, envie para o email: [email protected] que iremos analisar.
Faça um comentário

Pará

MABARÁ: Águia estreia no Parazão 2021 vencendo a Tuna Luso

Publicado

em

Em uma partida bastante corrida no estádio Zinho de Oliveira, em Marabá, na região de Carajás, o Águia venceu a Tuna Luso, por 3 a 2, e estreou com vitória no Parazão 2021.

O Águia começou em ritmo acelerado e logo aos 8 minutos do primeiro tempo, Wendell mandou no segundo pau, a defesa da Tuna errou o corte e Da Silva finalizou com força, estufando as redes. Logo depois, aos 11 minutos, Bruno Limão faz lançamento longo para Veraldo, que recebeu na meia-lua e tocou por cima de Evandro Gigante, ampliando o placar para o Águia. Aos 19 minutos, a Azulão alça bola na área, Dé desvia, a bola ainda toca na trave e entra. A Tuna reagiu aos 21 minutos do primeiro tempo, com Paulo Rangel, que recebeu na entrada da área e acertou um chutaço descontando para a equipe da capital.

Na volta para o segundo tempo, a Tuna equilibrou a partida e dominou a maior parte do tempo, mas apenas aos 39 minutos, conseguiu um pênalti, onde o árbitro viu empurrão em Paulo Rangel na área e marcou penalidade máxima para a Tuna. O zagueirão Renan bateu com força, o goleiro do Águia, João Ricardo, acerta o lado mas não alcança e a Tuna diminui para 3 a 2, dando números finais a partida.

O próximo compromisso do Águia pelo Parazão, será em Santarém no próximo domingo, dia 7, diante do Tapajós. Já a Tuna recebe em Belém o Independente.

Continue lendo

Pará

PARAUAPEBAS: Convênio vai facilitar estágio para alunos de cursos técnico e superior

Publicado

em

Para contribuir com a formação profissional de alunos de cursos técnico e superior no município, a Prefeitura de Parauapebas firma convênio com instituições de ensino para disponibilizar estágio supervisionado nas repartições públicas municipais. Atualmente sete instituições são conveniadas, contemplando 1.279 estagiários, principalmente na área de saúde com os cursos de enfermagem, nutrição e psicologia.

Na quinta-feira, 26, representantes de uma faculdade conveniada com a prefeitura participaram de reunião para alinhamento do plano de estágio com o governo municipal. Além do secretário da Semad, participaram da reunião a titular da Coordenadoria de Treinamento e Recursos Humanos (CTRH), Elveni Dalferth, e a coordenadora de treinamento CTRH/Semad, Francisca Braga.

O convênio é firmado com base na Lei Federal Lei 11.788/200, que estabelece no artigo 1º que “estágio é ato educativo escolar supervisionado, desenvolvido no ambiente de trabalho, que visa à preparação para o trabalho produtivo de educandos que estejam freqüentando o ensino regular em instituições de educação superior, de educação profissional, de ensino médio, da educação especial e dos anos finais do ensino fundamental, na modalidade profissional da educação de jovens e adultos”. 

De acordo com o convênio firmado, os estágios não são remunerados e a prefeitura não tem responsabilização sobre nenhum tipo de custo envolvendo os estagiários. As instituições são responsáveis por custear apólice do seguro de vida de cada aluno, uma obrigatoriedade de acordo com a legislação.

Como firmar convênio com a prefeitura?

As instituições de ensino devem procurar as secretarias que têm cargos equiparados com os cursos oferecidos e verificar se podem absorver esses estagiários, em seguida é necessário providenciar a documentação exigida para o convênio. A CTRH fica responsável por monitorar o processo de convênio e acompanhar o encaminhamento dos estagiários, assim como o cumprimento de suas respectivas cargas horárias. (Karine Gomes / Foto: Renato Resende)

Continue lendo

Pará

PARAUPABAS: Prefeitura lança pacote de obras de infraestrutura e mobilidade urbana

Publicado

em

Recentemente, o prefeito Darci Lermen, assinou várias ordens de serviço que lançam novas obras de infraestrutura e mobilidade urbana no município de Parauapebas, na região de Carajás, no estado Pará.

No complexo VS-10, os bairros São Lucas e Morada Nova, que abrangem o antigo loteamento Talismã, serão contemplados com obras de drenagem e pavimentação. As escavações já iniciaram na rua Águas Marinhas no Morada Nova para a implantação das aduelas. Já a avenida principal da VS-10, será reestruturada. A via será duplicada e contará com calçadas padronizadas e ciclovia.

A Prefeitura também seguirá com investimento em ciclovias. Nos próximos dias, as obras vão iniciar na PA-160, ligando o bairro Amazônia até o Tropical, proporcionando mais mobilidade e segurança aos ciclistas.

Outra obra anunciada recentemente foi a construção da Feira do Tropical. Em breve a comunidade ganhará um espaço mais adequado para realizar as compras do dia a dia. O prédio terá um pavimento térreo e outro superior, totalizando uma área construída de 2.058,65m². A estrutura contará com 48 boxes para melhor atender os feirantes e consumidores. O novo espaço terá ainda banheiros e rampa de acessibilidade. (Texto: Anne Costa / Foto: Kelson Araújo)

Continue lendo
publicidade Bronze